Recordando tempos idos Memórias do Natal de menino

0
33
TI

Desde que nos lembramos de recordar os tempos de criança, a festa de Natal era o maior evento concebível, apesar da situação económica ser pouco pródiga.
Neste dia, eramos sempre contemplados, preferencialmente, com diferenciadas peças de roupa, ou calçado, de acordo com as necessidades mais prementes.
Ainda bem menino, recordo.me, com alguma emoção, a alegria enorme que sentíamos, quando, nas vésperas do dia de festa, víamos entrar, pela porta dentro, a tradicional criptoméria, à qual atribuíamos a designação de árvore de Natal.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!