Reflexões Crónicas – O Quotidiano em Florêncio Terra

0
58
DR/TI
DR/TI

Da obra escrita deixada por Florêncio Terra (1858-1941) destacam-se os contos, boa parte deles descrevendo com pinceladas de retrato as vivências e mentalidades do seu tempo, em particular das comunidades do Faial e Pico. Sem pretender falar do autor, nem tecer apreciações à sua obra (cuja qualidade foi reconhecida ainda em sua vida), este texto é apenas uma vagueação bastante livre por alguns dos seus textos, em particular os publicados em Contos e Narrativas (Lisboa, 1942 / New Bedford, 1981), em torno de um tema que me cativa bastante, o estudo do quotidiano.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO