REUNIÃO REGIONAL DE QUADROS DO PCP

0
10
DR

O PCP Açores realizou uma reunião de quadros no passado Sábado dia 6 de Abril, na cidade
da Horta com a participação de militantes das diversas ilhas, para analisar a situação política e
social nacional e regional e definir as principais linhas de intervenção política e as prioridades de
trabalho do PCP Açores.
A reunião de quadros analisou a situação Política Nacional e Regional, fez um balanço ao
trabalho realizado e aos avanços com a marca do PCP nos últimos orçamentos de estado,
plano e orçamento regional e definindo as linhas de intervenção nas próximas eleições do
Parlamento Europeu e Assembleia da Republica.
Definindo as linhas de intervenção no âmbito regional de valorização de salários, pensões,
reformas e reposição de direitos, tais como o direito à mobilidade, no acesso à saúde e a
valorização da produção regional.
O reforço do partido na região definindo objetivos para todas as ilhas.
Destaca -se as próximas eleições para o Parlamento Europeu como uma oportunidade para
todos os Açorianos poderem votar em quem no mandato que agora finda tem defendido os
Açores no Parlamento Europeu.
Os Deputados do PCP no Parlamento Europeu foram os que mais fizeram e melhor defenderam
a Região, mais do que aqueles que abusivamente se intitulam “deputados dos Açores”. Desde a
fileira do leite ao ananás, do setor das pescas ao das carnes, da produção vitivinícola à
sustentabilidade energética ou às políticas de transporte, os nossos eleitos sempre estiveram ao
lado dos açorianos, esforçaram-se para tornarem audíveis as suas aspirações e votaram
sempre de forma coerente com esses propósitos.
Nem uma só vez defenderam alguma coisa aqui nos Açores para depois, em Bruxelas, votarem
num sentido diferente. Foram os mais intervenientes, produzindo uma grande quantidade de
relatórios, pareceres, perguntas. Os três deputados do PCP produziram 43% dos pareceres
emitidos pelos 21 deputados que Portugal tem no seu conjunto, e das perguntas escritas 57%
foram feitas pelos nossos deputados.
Se é verdade que se deslocam com frequência aos Açores, não é menos verdade que o
manancial de informações recolhidas localmente lhes permite uma abordagem documentada e
aprofundada dos assuntos tratados, desenvolvendo nas Comissões e no plenário uma ação
concreta e profícua em favor da Região. Realizaram 73 reuniões e contactos com instituições
em todas as ilhas da região, que se traduziram em 32 perguntas concretas sobre diversas
áreas.
É este o método de trabalho que carateriza os eleitos do PCP em qualquer parte do País.
Dar mais força á CDU é o garante de mais intervenção, na defesa dos Açores e de avanços
como nos últimos anos a vida tem provado que é possível e necessário para valorização da
produção regional, dos salários e direitos.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO