Santa Maria recebeu investimento de 1,2 milhões de euros na rede viária regional durante esta legislatura

0
15
DR/GACS
DR/GACS

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou que o Governo dos Açores investiu em Santa Maria, nesta legislatura, um total de 1,2 milhões de euros na requalificação e reabilitação da rede viária desta ilha, onde se incluem obras programadas e não programadas.

Ana Cunha, que falava quinta-feira durante uma visita à recém-reconstruída passagem hidráulica da Ribeira do Salto, adiantou que “esta foi uma das obras não programadas pelo Governo dos Açores, que se tornou necessária devido ao abatimento e consequente obstrução na circulação da água, que colocava em perigo a circulação rodoviária na Estrada Regional”.

A obra, já finalizada, consistiu na execução de uma nova passagem hidráulica, em manilhas de betão armado, com um diâmetro interno de dois metros, além das escavações, execução de muros de ala e boca de entrada, bem como um descarregador em betão armado.

Devido à grande diferença de cotas entre a estrada e o fundo da passagem hidráulica, foi executado um muro em betão ciclópico e reperfilado o talude natural.

A empreitada integrou ainda trabalhos de pavimentação e obras acessórias em toda a extensão da zona intervencionada.

Esta empreitada, adjudicada à empresa mariense António Puim Moura, Lda., por cerca de 90 mil euros, e com um prazo de execução de 90 dias seguidos, foi iniciada a 4 de agosto, tendo sido possível terminá-la antes do prazo estabelecido.

Durante esta deslocação a Santa Maria, Ana Cunha visitou ainda a Gare Marítima do Porto de Vila do Porto, cuja cobertura foi substituída, estando a intervenção, que representa um investimento de cerca de 150 mil euros, já finalizada.

A Secretária Regional teve ainda oportunidade de ver a nova autogrua ou grua todo-o-terreno recém-chegada a este porto, que veio reforçar a sua capacidade operacional.

Esta nova grua faz parte de um investimento do Governo, através da Portos dos Açores, em equipamentos portuários que se iniciou em 2019, num montante total superior a 10 milhões de euros, continuando assim o esforço de investimento no reforço dos equipamentos necessários aos diferentes tipos de operação portuária e garantindo melhores condições de trabalho a todos aqueles que operam nos portos açorianos.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO