Seca – Cerca de 800 agricultores já apresentaram candidatura

0
8
DR

O Governo Regional já recebeu cerca de 800 candidaturas de agricultores que sofrerem perdas de produção devido à seca que se tem verificado no arquipélago.

Esta ajuda destina-se a perdas nas culturas como o milho ou produtos hortícolas.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou no passado dia 23 de agosto que cerca de 800 agricultores já se candidataram ao apoio que o Governo dos Açores irá disponibilizar para fazer face à perda de culturas, devido à seca prolongada que se verifica no arquipélago.

“Já recebemos 800 candidaturas, correspondendo a uma área superior a 3.500 hectares, para apoio à perda das culturas de milho forrageiro, e cerca de 130 candidaturas de produção de hortícolas, correspondendo a vários milhares de parcelas afetadas”, adiantou João Ponte.

O governante afirmou ainda que “o prazo de entrega das candidaturas termina no dia 6 de setembro, mas os controles já se iniciaram. Estamos neste momento com 15% dos controles já efetuados. Vamos, nas próximas semanas, intensificar os controles e dar mais celeridade nos trabalhos de campo, sem pôr em causa a avaliação correta dos prejuízos”.

O titular da pasta da Agricultura sublinhou ainda que além deste apoio direto ao produtor em função dos prejuízos verificados e em função do valor definido por hectare, que só será definido após o fim do prazo de candidaturas, quer para o milho forrageiro, quer para os produtos hortícolas, foram também definidos apoios imediatos para a importação de alimentos.

“Já publicámos uma portaria para o apoio de 10 mil toneladas e vamos renovar, de imediato, este apoio em igual montante. Foi esse o compromisso que o Governo Regional assumiu com a Federação Agrícola dos Açores”, disse o Secretário Regional.

A finalizar, João Ponte garantiu que a importação de palha e fenos prensados tem sido feita para todas as ilhas, em função do número de animais por ilha, em cooperação com as cooperativas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO