Semana do Mar… para o ano é que é!!

0
92
TI
TI

Após findar, há um ano atrás, a Semana do Mar, e com a imediata consignação da 1.ª Fase da Frente Mar, a população faialense acreditou que, no ano seguinte, iria ter um espaço renovado no Largo do Infante e também conseguir parquear os seus carros no novo estacionamento, libertando dessa forma a Avenida Marginal do enorme fluxo automobilístico que sempre regista por esta altura.
No entanto, chegados ao início da Semana do Mar 2019, vemos que nada mudou. Ou melhor, há algumas mudanças. O Largo do Infante aparece-nos totalmente entaipado, com enormes chapas metálicas, causando um impacto visual muito negativo para todos aqueles que por ali passam, e o parque de estacionamento continua em obras e indisponível à sua utilização.
Mas a aproximação destas festividades tem também aspetos positivos. Na verdade, se durante quase um ano pouco ou nada se avançou na reabilitação do Largo do Infante, de repente, faltando apenas alguns dias para o início da Semana do Mar, surgem trabalhadores aos magotes, dia e noite, a arranjar um pouco da calçada em frente ao Largo.
É motivo para dizer que todas as semanas deviam ser Semanas do Mar.
Mas, naturalmente, este ano mantêm-se aspetos importantes na Semana do Mar, sobretudo aqueles relacionados com a proteção do meio ambiente. Efetivamente, assiste-se a uma renovação da aposta por parte do Município na vertente ambiental, voltando a disponibilizar copos e canecas reutilizáveis, juntamente com bebedouros (de água) para os festivaleiros não só matarem a sede, como também para lavarem os seus copos e, desse modo, contribuírem para a redução da pegada ambiental, muito em voga no discurso dos governantes.
Significa tal que estamos hoje em consonância com as melhores práticas e estilos ambientais, sem dúvida, um passo importante para a preservação da nossa natureza, principal cartão-de-visita não só da ilha do Faial, mas também dos Açores.
Agradecem os faialenses ao Município a preocupação demonstrada que se vai conseguindo impor, transformando mentalidades e olhando para o ambiente como algo que é preciso cuidar e preservar.
E porque a festa se iniciou no mar, não podemos deixar de destacar, mais uma vez, na nossa baía, ainda uma das mais belas do mundo, a presença de importantes regatas, bem como de inúmeros eventos náuticos, na vela ligeira, nas regatas de botes baleeiros ou na vela de cruzeiro, eventos esses possíveis graças ao empenho e esforço do Clube Naval da Horta e de dezenas de voluntários.
Este ano, para além de um cartaz que parece poder agradar a todas as idades merece destaque o aparecimento de um novo palco principal, apesar deste se continuar a manter exatamente no mesmo sítio de há vários anos a esta parte, de as barraquinhas serem exatamente as mesmas e a tenda que irá albergar a nossa importante feira gastronómica se localizar, como habitualmente, em zona que impede o trânsito na Avenida Marginal, durante, aproximadamente, um mês.
Todavia, apesar de termos mais do mesmo, esta continua a ser a grande festa da ilha e como tal, não posso terminar sem desejar aos nossos leitores, a todos os faialenses e a quem nos visita, em nome do Tribuna das ilhas, uma excelente “Semana do Mar”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO