Servir os Açores é uma honra

0
11
TI
TI

Estamos a poucos meses de concluir esta legislatura. Esta é a altura de fazer balanços. No que me diz respeito, empenhei-me fortemente na defesa das populações. Participei em todos os debates. Fiscalizei todas as matérias. Realizei propostas a propósito do que me pareceu mais relevante. Insurgi-me contra todas as injustiças. Empenhei-me, fortemente, na defesa dos direitos dos que menos têm.
Realizei mais de 1000 intervenções no plenário do Parlamento dos Açores ao longo da atual legislatura. Umas melhores e outras menos conseguidas. Tentei, honestamente, preparar-me o melhor possível para todos os debates parlamentares. Na nossa imperfeita cultura democrática, a crítica é quase sempre vista como uma atitude negativa. Não penso assim. Quando formulo críticas, o meu propósito é dar um contributo para que o que funciona mal possa ser melhorado. Para que as injustiças possam ser corrigidas. Para que a incompetência e os abusos possam ser combatidos.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO