Sessão Plenária de Julho – PSD exige soluções para melhorar as acessibilidades no Faial e no Triângulo

0
14
DR

O deputado do PSD/Açores, Luís Garcia, exigiu hoje “soluções” do Governo Regional “para melhorar as acessibilidades no Faial e no Triângulo”, lembrando que, “uma vez mais, no mês de junho ocorreram vários constrangimentos, e que o Faial e o Triângulo não suportam mais um verão caótico em termos de acessibilidades”, sublinhou.

“Nada disso é novo, porque há cinco verões consecutivos que os faialenses e a sua economia sofrem com o mau serviço da Azores Airlines e com a incapacidade do Governo para inverter esta rota de descalabro”, disse o social democrata.

Luís Garcia referiu-se a “um descalabro que afeta a vida dos residentes, dos nossos doentes, dos nossos turistas e dos empresários”, assente “em cancelamentos, voos sem bagagem, passageiros de voos cancelados que se queixam do mau acompanhamento que lhes é feito e na crónica falta de voos e lugares, especialmente nos meses altos do verão, voos que o governo e a Azores Airlines diminuíram”, sublinhou.

“São os nossos produtos que não conseguem sair do Faial, e os nossos empresários que só encontram entraves ao nível de transportes aéreos e também marítimos”, consagrando “uma desconfiança que se instala e que naturalmente condiciona investimentos futuros”, alerta o deputado.

“Queremos soluções”, porque “quem aqui vive, quem aqui quer vir, e os nossos empresários não querem nada de anormal ou ilegítimo”, explicou o social democrata, lembrando que a situação financeira da SATA e a sua própria imagem “agravam-se, e são os seus funcionários a sofrer muito com tamanha falta de planeamento e competência”.

Também posta em causa “fica a imagem deste destino turístico, por ação da Azores Airlines e de um governo sem soluções”, afirma Luís Garcia.

Dando voz ao que os faialenses têm, repetidamente, exigido, o deputado do PSD/Açores quer garantias “na normalidade da nossa mobilidade. Queremos apenas planeamento, regularidade e estabilidade em termos de transportes, para que o nosso desenvolvimento económico aconteça sem sobressaltos”, resumiu.

Trata-se de uma exigência “que fazemos em nome das gentes do Faial e do Triângulo, porque os governos devem servir para resolver os problemas reais das pessoas e de todas as ilhas”.

“Perante esta preocupante realidade, o PS e o governo acusam a oposição, não aceitando que a denúncia dos problemas faz parte da Democracia. E que, no caso do PSD, o que interessa é mesmo a defesa dos açorianos, que não está a ser acautelada por quem nos governa”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO