[email protected] destaca 5 curtas com Prémio Audiência

0
26
blank
MiratecArt 
A décima edição do Azores Fringe Festival chegou às nove ilhas do arquipélago dos Açores com a secção do [email protected], filmes e vídeos curtas dos quatro cantos do mundo.
Do Corvo a Santa Maria, audiências foram apresentadas com uma cornucópia de imagens e escolheram as suas favoritas. De 57 obras de 20 países, as favoritas da audiência recebem a mascote do festival, Atlante, em formato peluche, e a chance de participar com seu próximo trabalho com entrada garantida no festival.
O Prémio Audiência 2022 vai ser assim entre aos seguintes trabalhos, por ordem alfabética: Fadiga e Fome de Tamiris Costa Coelho, Brasil; Minha Querida Quarentena de Ewa Maria Wolska, Polónia; Nata Desta Vida de Cláudia Sofia Gomes e Ricardo Miguel Soares, Portugal; O rapaz e a coruja de Mário Gajo de Carvalho, Portugal; Ton Nom de Ruben Salazar, Espanha.
Nas dez edições do Azores Fringe Festival, mais de 2351 artistas, de 64 países, participaram no festival internacional de artes, que aconteceu no meio do Oceano Atlântico. Pesquisa, criação e mostra de arte incluindo exposições, instalações, performance, conferências, encontros temáticos, lançamentos de livros, teatro, dança, música, filme e vídeo acontecem nas ruas, na natureza, estabelecimentos de negócio e locais tradicionais de cultura. Propostas para a próxima edição já abriram e podem baixar no site www.azoresfringe.com a ficha oficial.