Terceira – Presidente do Governo valoriza parceria com instituições que trabalham na área social

0
12

O Presidente do Governo inaugurou ontem o Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória, uma oportunidade para valorizar a parceria do Executivo açoriano com centenas de instituições que trabalham na área social em toda a Região.

“Por muito que as entidades públicas possam criar, disponibilizar e construir soluções, essas soluções nunca resultariam tão bem quanto resultam se não tivéssemos da parte de um vasto conjunto de entidades, como a Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória (SCMPV), a sua disponibilidade para serem parceiras deste trabalho”, afirmou Vasco Cordeiro.

No segundo dia da visita do Governo dos Açores à ilha Terceira, o Presidente do Governo enalteceu ainda o trabalho de “milhares de Açorianos que, no dia-a-dia, são peças essenciais deste grande edifício de solidariedade que é o funcionamento da Região” nas suas múltiplas valências de apoio à infância e juventude, aos idosos e às pessoas com necessidades especiais, entre outras.

“Aproveito este momento para realçar este dado, porque este momento é um bom exemplo desta postura de colaboração”, destacou Vasco Cordeiro, para quem o centro da SCMVP hoje inaugurado dirige-se “a uma componente essencial” da política social do Governo, nomeadamente o apoio à juventude.

“Este é um dos atos que tem um dos mais profundos significados, porque é uma aposta que traduz uma grande esperança e uma grande confiança no nosso futuro coletivo”, destacou Vasco Cordeiro.

O Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória, com capacidade para 20 jovens, constitui uma resposta de âmbito comunitário vocacionada para a promoção do desenvolvimento saudável dos jovens, com idades compreendidas entre os 14 e os 21 anos, podendo abranger jovens até aos 25 anos, quando integrados em projetos para a promoção da empregabilidade.

Além da aquisição do imóvel, o Governo dos Açores disponibilizou diversos apoios para aquisição de mobiliário e equipamento informático e, mais recentemente, para apetrechamento, certificação energética, substituição da central de incêndios, entre outros.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO