Transportes aéreos – 163 ME é o montante do auxílio solicitado pela SATA ao Estado

0
23

Para fazer face às necessidades de liquidez até ao final deste ano, atendendo a que as medidas para “debelar os impactos da pandemia são insuficientes”, a SATA solicitou um auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros.
“As medidas implementadas no Grupo SATA para debelar os impactos da pandemia são, contudo, insuficientes para colmatar as necessidades de tesouraria que o Grupo enfrenta, sendo necessária uma intervenção pública por parte do Governo da República. Nesse contexto, foi solicitada a concessão de um apoio no montante de cerca de EUR 163 M, destinado a prover as necessidades de liquidez até ao final do corrente ano de 2020. Este apoio é a garantia para que o Grupo SATA possa obter financiamento bancário”, anunciou a empresa em nota enviada às redações.
O conselho de administração da SATA identifica as três áreas onde são visíveis essas “necessidades”: “deficit de exploração resultante da queda abrupta da procura, pagamento de dívida vencida a fornecedores e amortização das linhas de financiamento bancário anteriormente contratadas e já em situação pós-moratória”, refere.
Adianta, também, que o valor de 163 milhões “pode ser reavaliado em função da evolução do surto de COVID-19” e de “eventuais exigências ao Plano de Desenvolvimento”, e salienta que “este processo permitirá ultrapassar esta fase difícil e implementar, de seguida, as iniciativas para desenvolver todo o potencial do Grupo SATA”.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO