Turismo na ilha Terceira aumentou 35% nos últimos três anos

0
13
DR
DR

O Vice-Presidente do Governo destacou hoje a evolução do turismo na ilha Terceira nos últimos três anos, no âmbito das apostas do Executivo açoriano, sendo que 2019 registou mais 103 mil dormidas e mais 71 mil passageiros desembarcados no Aerogare Civil das Lajes do que em 2016.

Sérgio Ávila, que falava, nos Biscoitos, na inauguração do empreendimento turístico ‘Casas do Morgadio – Wine and Lodge’, na tipologia de turismo em espaço rural e na vertente de enoturismo, afirmou que esta dinâmica dos últimos tempos tem contribuído para motivar ainda mais o investimento privado no setor a nível local.

“A Terceira foi a ilha que mais cresceu no setor turístico nos últimos três anos, registando-se um aumento de 35%. Em 2019 houve mais 103 mil dormidas e o número de passageiros desembarcados na Aerogare Civil das Lajes cresceu para mais 71 mil”, frisou o governante.

Neste contexto, o Vice-Presidente do Governo acrescentou que, em termos de animação turística na ilha Terceira, o investimento das empresas representa 41% do total do investimento empresarial nos Açores nesta área, e 31%, em termos de hotelaria, considerando estes valores “bem significativos do investimento e da confiança que todos têm no futuro do turismo e da atividade turística na ilha Terceira e nos Açores”.

No que se refere ao atual sistema de incentivos, o Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial, Competir+, a ilha Terceira conta já com 441 projetos de investimentos aprovados, o que representa 198 milhões de euros de investimento empresarial.

“A ilha Terceira representa 31% do total de investimento privado da Região, ou seja, um valor superior ao seu peso relativo no contexto regional. Isto representa também a confirmação da aposta que foi feita no setor do turismo”, salientou Sérgio Ávila, acrescentando que “todos estes dados confirmam aquilo que tem sido a evolução do turismo na Terceira nos últimos anos”.

Para o governante, a evolução e o investimento deve-se também à confiança dos investidores privados, das empresas e, particularmente, como no caso do empreendimento turístico agora inaugurado, dos jovens que regressam à tua terra-natal, contribuindo assim para a redução do desemprego na Região.

“Estes jovens acreditam na sua terra, em cá viver, investem e acreditam no futuro da sua ilha”, destacou Sérgio Ávila, ao lembrar que “nos últimos três anos, e atualmente, há menos 540 Terceirenses desempregados em comparação com o número existente no início desta legislatura”.

“Isto também permite um aumento de rendimento das famílias e, por isso mesmo, existem agora menos 930 Terceirenses a receber o rendimento mínimo de reinserção social”, acrescentou.

“Também é sinal que o combate à pobreza está a ser eficaz por via da criação de emprego e da qualificação de investimentos privados”, frisou Sérgio Ávila.

Segundo o Vice-Presidente do Governo, o que o Executivo açoriano tem feito, adotado e implementado no âmbito da pandemia de Covid-19, quer em termos de saúde pública, quer em termos de segurança, “é, sem dúvida, o maior património e o maior investimento, bem como a maior garantia da valorização reforçada do destino Açores”.

“Uma vez ultrapassada esta fase de pandemia a nível mundial, os turistas irão valorizar cada vez mais os destinos como este, as marcas como a nossa e as apostas de investimento como esta, assente na natureza e na segurança”, sublinhou.

“O facto de estarmos a enfrentar esta pandemia com excelentes resultados do ponto de vista de saúde pública, dá-nos o reforço da nossa marca de ser uma região segura, sustentável e que, no futuro, quando retomarmos toda a normalidade das ligações aéreas, os turistas vão valorizar ainda mais o destino Açores”, afirmou o Vice-Presidente.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO