“Turismo na ilha Terceira foi o que mais cresceu entre 2014 e 2018 – ignorar esse facto é desvalorizar esforço dos empresários e terceirenses”

0
12
DR

“A ilha Terceira foi a ilha que teve um desenvolvimento turístico mais acelerado entre 2014 e 2018. Enquanto a Região crescia a uma média de 108% nas dormidas, a ilha Terceira cresceu a 142.6%”, recordou Mónica Rocha, deputada do PS/Açores eleita pela ilha Terceira, condenando as declarações da comissão políticado PSD/Terceira, que “são ofensivas para todos os que tem contribuído para o crescimento do nosso destino”.

“É natural que quando falha uma operação com a importância que a de Espanha tinha nos meses mais baixos isso mexa, mas é preciso olhar para o passado e perceber o que o Governo Regional fez para que a ilha Terceira fosse a melhor dos Açores”, referiu Mónica Rocha.

Nesse sentido, e em termos de flutuações de operações turísticas, a deputada socialista encara-as com alguma naturalidade, considerando que acontecem por diversas razões.

Com a ausência destes fluxos diretos de Espanha para a ilha Terceira, a Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo procedeu a várias campanhas no mercado nacional de forma a minimizar o seu impacto o que, na opinião de Mónica Rocha, apresentou resultados interessantes, “tanto é, que as dormidas de portugueses na hotelaria tradicional cresceram 13.2% na ilha Terceira”.

Com o intuito de retomar, diversificar e trazer novos fluxos turísticos à ilha, a socialista referiu ainda o concurso público lançado há duas semanas para Espanha, com o intuito de se retomar esses mesmos fluxos. Nesse seguimento, deu ainda conta de um novo concurso que irá ser lançado do Canadá para a Terceira, “o que nos leva a acreditar que no final do ano a ilha Terceira dê, de novo, um grande salto”.

Ainda fruto dos elevados investimentos feitos pelo Governo Regional nos últimos anos, a deputada socialista recordou que a ilha Terceira foi a que apresentou a taxa mais baixa de sazonalidade.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO