Um novo tempo

0
20
TI
TI

1. Em resultado da vontade expressa pelos eleitores açorianos, vamos ter um novo governo. A ética política e o respeito do princípio de que compete ao partido mais votado formar governo, que vigorou em Portugal até 2015, foi interrompida por vontade assumida e concretizada pelo Partido Socialista, apoiado pelos partidos da chamada “Geringonça”. Assim, passou a ser prática política aceite e seguida em Portugal que, mais importante do que o respeito pela atribuição do poder ao partido mais votado, passasse a ser a prática de o poder ser exercido pelas maiorias que fossem capazes de se formar nos parlamentos.
Foi esta nova praxis que permitiu que nos Açores o partido não vencedor das eleições fosse indigitado para formar governo, por via da maioria que construiu para o apoiar no Parlamento dos Açores.
Em conclusão: o PS nos Açores é vítima, agora, da estratégia que inaugurou a nível nacional. E não tem nada de que se queixar!

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO