“Vazio de ideias e de propostas concretas do PSD/Açores para o setor das Pescas é preocupante”

0
21

O GPPS/Açores não se identifica e repudia as recentes afirmações do deputado Jaime Viera sobre o estado do setor das Pescas nos Açores e, em particular, com o escoamento do chicharro na Ilha de São Miguel.

Perante um problema que exige a corresponsabilização de todos os intervenientes no processo, uma vez mais o PSD/Açores mostra um vazio de ideias e de propostas concretas e tecnicamente sustentadas, optando novamente pela demagogia e por afirmações populistas.

Faz acusações, quando de facto não apresenta qualquer solução ou resolução para o problema. Este foi o mesmo partido que, ainda recentemente, pretendeu “matar” o setor pesqueiro da Região, com uma proposta para a “Paragem Biológica”. Sempre que surge um problema no setor, ou por escassez ou abundância de recursos, para o PSD a culpa é sempre do Governo, pretendendo de forma populista, não contribuir positivamente para a solução do problema, mas sim para fins eleitoralistas, que em nada contribuem para a estabilidade das Açores e para a resolução das situações em especial dos pescadores Açorianos.

O Grupo Parlamentar do PS/Açores considera que as medidas anunciadas pelo Secretário do Mar Ciência e Tecnologia, em concertação com os parceiros do setor, vão contribuir para a resolução da situação, quer ao nível das medidas persuasivas com o reforço e controlo dos meios de fiscalização, assim como a instalação de câmaras de videovigilância que já existem em alguns portos, permitindo uma maior eficácia no combate à fuga à lota e ainda com as alterações legislativas anunciadas.

Nos últimos três anos, e considerando o período homologo de janeiro a maio do corrente ano, os ganhos ou rendimentos provenientes na venda de chicharro em lota foram superiores a 140% em relação a 2017 e 23% em relação a 2018, o que demonstra que os rendimentos têm vindo a crescer positivamente.

O esforço do PSD em tentar ofuscar a iniciativa do Governo, da entrega de diplomas em Rabo de Peixe, a muitos pescadores que esforçaram durante meses para obterem escolarização e formação profissional, desvaloriza e desrespeita os pescadores de Rabo de Peixe e é revelador de que, para este partido, o mais importante é dizer mal para tirar dividendos políticos e não a vida e bem-estar dos pescadores que diz defender. O orgulho e alegria que estes homens e mulheres mostraram hoje ao receberem os seus certificados e diplomas, ao fim de um esforço de vários meses de estudo, e a Associação de Pescadores Sete Mares que muito se esforçou também neste processo, mereciam mais respeito e outro reconhecimento.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO