‘Viver os Açores’ – Programa criado pelo Governo visa fomentar turismo entre ilhas

0
63
DR
DR

Vasco Cordeiro anunciou a criação do programa que visa incentivar os açorianos a passarem as férias na Região.
O programa “Viver Açores” contempla apoios ao nível dos serviços de transporte aéreo
e marítimo, de alojamento, de alimentação, de atividades turísticas e de aluguer de viatura, entre outras.

Um território autónomo de Portugal no meio do Oceano Atlântico, com um conjunto de ilhas que ganham destaque pelas paisagens naturais impressionantes, um destino já considerado pela European Best Destination, como ‘Coronavirus Safest Destination’, ou seja, o lugar mais seguro na Europa em 2020 para passar as férias os Açores apresentam-se como uma Região ideal para descansar e desfrutar da natureza.
Neste sentido, o Presidente do Governo, anunciou que está a preparar um novo programa que visa incentivar os açorianos a passarem férias na Região.
Denominado ‘Viver os Açores’ este novo programa tem por objetivo “fomentar o turismo interno”, através da “atribuição de apoios aos açorianos que pretendam passar férias noutras ilhas que não a da sua residência”, refere uma nota de imprensa enviada através do Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GaCS) ao Tribuna das Ilhas.
“Posso anunciar que, durante a próxima semana, entrará em funcionamento um novo programa criado pelo Governo dos Açores, chamado ‘Viver os Açores’”, mencionou Vasco Cordeiro acrescentando que se trata de “um incentivo aos residentes à realização de férias em outras ilhas da Região que não a da sua residência”, esclareceu.
De acordo com a mesma fonte este incentivo para a realização de férias inter-ilhas, na prática, “corresponde a um apoio financeiro para a aquisição, pelos açorianos, de serviços de transporte aéreo e marítimo, de alojamento, de alimentação, de atividades turísticas e de aluguer de viatura”, avançou.
Sobre os desafios enfrentados durante a pandemia, o Executivo do Governo revelou que tem “perfeita consciência que não é o mercado interno que substitui aquilo que são os fluxos turísticos provenientes do exterior”, mas garantiu que “Governo está a trabalhar no sentido de potenciar e valorizar, ao máximo, esse mercado interno”, assegurou Vasco Cordeiro.
O Presidente do Governo açoriano reconheceu as “circunstâncias que são conhecidas relativas à pandemia de COVID-19”, neste sentido decidiu “lançar mão de todos os mecanismos que tem à sua disposição para fomentar o turismo inter-ilhas, numa altura em que os mercados externos não estão muito favoráveis como os anos anteriores”, considerou.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO