XXXII Rali Além Mar – Ilha Azul vai para a estrada a 2 e 3 de julho no Faial

0
25
O XXXII Rali Além Mar – Ilha Azul, a segunda prova a contar para o Campeonato de Ralis dos Açores, vai para a estrada a 2 e 3 de julho, numa organização do CAF – Clube Automóvel do Faial, prova que vai decorrer sobre apertadas medidas de segurança, devido à pandemia da covid-19.
“Todas as medidas que fazem parte do Plano Covid para este rali são para cumprir”, garantiu Luís Costa, presidente da Direção do CAF, durante a conferência de imprensa realizada hoje na sede do clube, destacando a “super especial da Praia do Almoxarife, que será realizada com apertadas medidas de controlo nos acessos e na permanência das pessoas”.
Segundo explicou, haverá restrições no número de pessoas que terão acesso à zona de espetáculo, onde os espetadores terão de manter distanciamento físico e uso obrigatório de máscara, quer à entrada do recinto, quer durante a realização da prova.
“Volto a frisar que todos deverão respeitar as orientações da segurança do rali e da Polícia de Segurança Pública e de todas as pessoas que estarão no terreno a fazer o seu melhor para que este rali decorra de acordo com as orientações da autoridade de saúde”, insistiu o presidente do CAF.
Para evitar a aglomeração de pessoas, este ano não haverá à habitual apresentação das equipas, e a presença de público no pódio final do rali – que será instalado no Largo Duque D’Ávila e Bolama, será também condicionada.
O XXXII Rali Além Mar – Ilha Azul contempla 9 Provas Especiais (PE’s), a primeira a realizar na sexta-feira, dia 2 de julho, a super especial da Praia do Almoxarife, e no sábado, dia 3 de julho, com duas passagens pelos troços Caldeira/Canada Larga, Caminho do Goulart/Trupes, Serra da Feteira/Praia do Norte e Capelinhos/Varadouro, num percurso total de 79,46 km’s.
Segundo Mário Jorge Silva, diretor de prova, a extensão total do rali foi reduzida, em cerca de 5 km’s, devido às obras que asfaltagem da Estrada Jaime de Melo/Ribeira do Cabo, que obrigaram a organização do XXXII Rali Ilha Azul a diminuir um dos troços da prova.
“Os ralis de terra estão a acabar!”, alertou Mário Jorge, deixando um apelo às autoridades para que mantenham as poucas estradas em pisos de terra na ilha, para que o CAF possa continuar a realizar provas, com a qualidade que se vem verificando ao longo dos anos.
O diretor de prova do XXXII Rali Além Mar – Ilha Azul disse também esperar que a prova tenha uma “lista de inscritos muito interessante”, atendendo ao investimento que algumas equipas açorianas têm efetuado em viaturas R5, mas também pela competição cada vez mais renhida que se vem verificando entre as viaturas com apenas duas rodas motrizes.
A Direção do CAF aproveitou a ocasião para perpetuar a memória de três colaboradores do clube que faleceram recentemente e que serão homenageados durante o decorrer do XXXII Rali Além Mar – Ilha Azul: Hermínio Freitas (tesoureiro), Arnaldo Abreu (comissário técnico) e Luís Gomes (fotógrafo).
Na conferência de imprensa de apresentação do XXXII Rali Ilha Azul estiveram também presentes Filipe Menezes, vereador da Câmara Municipal da Horta, Paula Sequeira, em representação da Direção Regional de Turismo, e Eunice Melo, em representação da Fábrica de Tabaco Estrela, os principais patrocinadores da prova.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO