18 veleiros já inscritos, organização espera 40

0
4

Realizou-se na tarde de terça-feira a apresentação pública da XXV Atlantis Cup – Regata da Autonomia.

A Atlantis Cup – Regata da Autonomia, que liga quatro das nove ilhas dos Açores, celebra este ano a 25ª edição, uma competição singular que conta anualmente com participantes nacionais e internacionais e que já tem 18 veleiros do continente inscritos.
 

Em 2013, a maior prova de vela de cruzeiro dos Açores será disputada entre 28 de julho e 06 de agosto e destina-se a barcos de cruzeiro da classe ORC, ANC e OPEN.

 “Sendo uma das regatas costeiras mais bonitas que tem lugar em Portugal, a Regata da Autonomia tem ao longo dos anos vindo a ter um número oscilante de participações nacionais e internacionais, sendo igualmente um excelente contributo para o crescimento da frota regional e para consolidação da vela de cruzeiro, como modalidade náutica de interesse e que pode promover turisticamente os Açores”, sustentou José Decq Mota, presidente do Clube Naval da Horta.

José Decq Mota explicou a complexidade da organização da regata e salientou a participação na XXV Atlantis Cup – Regata da Autonomia de um conjunto de veleiros  organizados em cruzeiro, pela ANC e pelo CNOCA.

Jorge Macedo, vice-presidente do CNH e responsável pela área da Vela de Cruzeiro, apresentou os pormenores ligados ao calendário, programa, classes, inscrições, prazos, facilidades concedidas nos portos e outros aspectos.

O coordenador da Atlantis Cup,  baseado nos contactos feitos e nas pré-inscrições concretizadas, manifestou a convicção de que esta vigésima quinta edição da Atlantis Cup será, em termos de participação, uma grande Regata, afirmando mesmo que esperam a participação de 40 veleiros.

José Leonardo Goulart Silva, Vice-presidente da Câmara Municipal da Horta  sublinhou o facto da Atlantis Cup voltar a estar este ano novamente ligada à Semana do Mar e focou a importância que esta regata tem no contexto regional e mesmo nacional, sobretudo no que diz respeito à divulgação dos Açores.
Desde 2003 que esta regata é patrocinada pela Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

A presidente da Assembleia afirmou  que o mar conquistou, nos nossos dias, honras de prioridade para a Região e representa a nossa esperança de desenvolvimento harmonioso e de coesão. O mar sempre foi para os açorianos a estrada de comunicação com o exterior, um modo de estar na vida, uma relação diária com a natureza, uma terapia para as dificuldades, uma porta aberta ao sonho – sublinhou a presidente, a propósito do vigésimo quinto aniversário da Atlantis Cup, na apresentação desta edição da Regata da Autonomia, que se realizou no Clube Naval da Horta.

O desafio lançado pela presidente, após reconhecer o trabalho do Clube Naval da Horta e o envolvimento desta Regata, foi o de que no futuro a Regata posso reforçar o seu simbolismo tocando todas as ilhas “representando ainda melhor a nossa autonomia em nove ilhas repartida e nove vezes unida no conceito de Região”. 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO