A Horta dos Pobres

0
45
DR/TI
DR/TI

No meu último texto debrucei-me sobre “as casas mais valiosas da Horta”, dando a conhecer a casa mais “valiosa” da então vila no início do século XIX e referindo como eram as casas “normais” da urbe nesse período. Estas casas – as mais abastadas, de nobres e “homens de negócio”, e as de média dimensão, pertencentes geralmente a comerciantes e pequenos proprietários – ocupavam, na sua maioria, o espaço entre a actual Praça do Infante e a Rua da Conceição, nos quarteirões entre a “rua direita” e a Rua de S. João.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO