A SATA cancela voos com ilha do Corvo

0
234
DR

O PPM num comunicado enviado às redações denuncia que a SATA cancelou os voos da Ilha do Corvo com o exterior e recusa-se a repor os mesmos durante o fim-de-semana,
apesar das condições atmosféricas não o impossibilitarem durante o período em causa.

Neste contexto a Representação Parlamentar do PPM decidiu chamar de urgência a Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha, à Comissão de Economia para explicar as políticas de discriminação que a SATA e o Governo Regional mantêm em relação à ilha do Corvo, informa o partido no documento.

“A SATA cancelou os voos de hoje (12 de abril) da ilha do Corvo com o exterior e recusa-se a repor os mesmos durante o fim-de-semana, apesar das condições atmosféricas não o impossibilitarem durante o período em causa”, lê-se.

Se acordo com Paulo Estevão “a ilha do Corvo somará 4 dias sem ligações ao exterior, sendo que apenas um dos dias se justifica devido às más condições atmosféricas. É inaceitável que a população da ilha do Corvo seja tratada com este desprezo pela SATA e pelo Governo Regional dos Açores”, refere.

“Nada justifica que os corvinos sejam negligenciados desta forma”, diz o deputado do corvo, acrescentando algumas questões: “o que impede a SATA de repor no dia seguinte os voos que cancelou no dia anterior na ilha do Corvo? Não é isso que faz em todas as
ilhas? Repor os voos logo que as condições atmosféricas o permitem?
Por que razão não faz no Corvo o mesmo que faz nas outras ilhas?”

“A Representação Parlamentar do PPM só tem uma explicação para a forma negligente como a SATA e o Governo Regional tratam a ilha do Corvo: têm um sentimento de impunidade no que diz respeito aos atos de absoluta discriminação que praticam em relação à
população da ilha do Corvo”, reforça.

Perante esta situação, que no entender do deputado “a fetadezenas de famílias corvinas sem que nada o justifique”, a Representação Parlamentar do PPM decidiu chamar de urgência a
Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha, à Comissão de Economia para explicar as políticas de discriminação que a SATA e o Governo Regional mantêm em relação à ilha do corvo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO