Açores distinguidos em prémio internacional de qualidade ambiental para turismo sustentável

0
71

Os Açores foram eleitos em 2021 como Destino “Quality Coast” de Platina, prémio internacional que distingue a qualidade ambiental costeira para um turismo sustentável.

Nos critérios definidos pela Green Destinations, os Açores obtiveram um nível de cumprimento de 97,8% dos indicadores de sustentabilidade: Gestão do Destino; Natureza e Paisagem; Ambiente e Clima; Cultura e Tradição; Bem-Estar Social; Negócios e Hospitalidade.

A Green Destinations é uma organização sem fins lucrativos para o desenvolvimento e reconhecimento de destinos sustentáveis com base na Holanda, que apoia mais de 200 destinos em 60 países com o objetivo de promover o turismo responsável com base em princípios globalmente reconhecidos e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O galardão “Quality Coast” Platina foi atribuído pela primeira vez à Região em 2014, como o melhor destino da Europa em termos de turismo sustentável, havendo uma verificação independente de desempenho do progresso do destino a cada dois anos.

O programa Quality Coast, desenvolvido pelo Programa Green Destination Award & Certification, desafia os destinos a promover uma gestão responsável numa base contínua e sustentável, com o objetivo de estimular o sector turístico a implementar importantes medidas ambientais. Os destinos comprometem-se num sistema de gestão sustentável, com uma auditoria externa de desempenho e progresso a cada dois anos, com recomendações para melhorias. Este galardão destina-se especialmente para destinos à beira-mar. É dada especial atenção às margens, gestão de praias e qualidade das águas balneares.

A certificação “Quality Coast” de Platina é o prémio de nível máximo de reconhecimento global para a qualidade e gestão do destino, com base nos critérios definidos pela Green Destinations.

“Ao vencerem o «Quality Cost Gold Award» este ano, os Açores veem assim reconhecido o trabalho que têm vindo a desenvolver pelas boas práticas de sustentabilidade”, sustenta a Secretaria Regional dos Transportes, Turismo.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO