Açorianos valorizam cerca de 40 quilos de resíduos, mais que a média nacional

0
8

A 6ª Semana dos Resíduos dos Açores arrancou na passada sexta-feira, dia 20 de novembro, na cidade da Horta.

O Diretor Regional do Ambiente, Hernâni Jorge, esteve presente na pequena cerimónia/ação de sensibilização que deu início à Semana dos Resíduos dos Açores e afirmou que a média de produção de resíduos, nomeadamente os plásticos, por cada habitante é superior à média nacional.

Hernâni Jorge salientou que na Região Autónoma dos Açores são valorizados “ mais de 40 quilos de embalagens, quando a média nacional ainda não alcançou os 30 quilos”

 O centro das ações de sensibilização que vão ser realizadas este ano durante a 6ª Semana dos Resíduos, que este ano terá dez dias, vai focar-se essencialmente no plástico. No ano passado, 2014, foram realizadas 64 iniciativas, com 30 entidades, e este ano essas atividades aumentaram para 95, o que representa um aumento significativo, afirma Hernâni Jorge.

 A ação realizada na sessão de abertura desta semana, decorreu no Pavilhão Desportivo da Horta, onde estiveram presente mais de duas centenas de crianças do 5º e 6º anos, esta ação teve por objetivo sensibilizar os alunos para a importância da redução de consumo de sacos de plástico e para os problemas que estes sacos provocam no meio ambiente. 

Cada aluno levou um saco de plástico usado para depositar em ecopontos amarelos, o que representou a quantidade de sacos plásticos utilizados por hora na ilha do Faial, cerca de 330 sacos.

A 6.ª Semana da Prevenção de Resíduos, promovida pelo Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente, decorre até 29 de novembro. “O programa, organizado pela Direção Regional do Ambiente, envolve 51 entidades, desde a administração pública, a municípios e juntas de freguesia, passando por empresas municipais, empresas privadas, entidades gestoras e operadores de resíduos, estabelecimentos de ensino e organizações não-governamentais”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO