Arqueologia subaquática da Macaronésia

0
44
José Luís Neto

Decorreu, entre 24 e 26 de novembro de 2021, em Lanzarote, nas Canárias, o “1.º Congresso de Arqueologia Subaquática da Macaronésia”, no âmbito do projeto comunitário denominado “Margullar”, que envolveu os Açores, a Madeira, as Canárias (Lanzarote), Cabo Verde e o Senegal, que juntou mais de cinco dezenas de especialistas na área, das diversas regiões e nações envolvidas, para lá de especialistas de Portugal, Espanha, França e Itália.
É o corolário de uma colaboração insular, animada pelos fundos europeus do INTERREG/MAC, que começou a ser trilhada em 2007, pelo projeto “Arqueomac” (que durou até 2013), que reuniu Açores, Madeira e Canárias e que, a partir de 2017, foi retomada pelo “Margullar”, cujo objetivo é o de vincular o binómio Património e Turismo, através de ações assentes na arqueologia subaquática e na preservação e conservação do património cultural subaquático, valorizando-o como ativo económico, para a sua promoção.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura