Atividade sísmica continua nas Furnas em S. Miguel

0
6

De acordo com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) com base na informação disponibilizada Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), continua a verificar-se atividade sísmica nas Furnas, São Miguel.

Segundo a mesma fonte, desde que teve início a 4 de janeiro, já foram registados 130 eventos nesta área epicentral localizada entre quatro e cinco quilómetros a oeste das Furnas, todos de baixa magnitude.

O sismo mais forte até ao momento ocorreu a 4 de janeiro, às 08h44, com magnitude 2.0 na Escala de Richter, cujo epicentro ocorreu a cerca de quatro quilómetros a oeste das Furnas. Este sismo foi sentido com intensidade máxima II/III na Escala de Mercalli Modificada na vila do concelho de Povoação, onde foram ainda sentidos outros dois eventos com intensidade máxima II na Escala de Mercalli Modificada, às 18h19 e 22h48.

Durante o dia de ontem, foram ainda registados 12 eventos, que demonstra que o padrão de atividade se mantém, verificando-se que os sismos ocorrem em pequenos grupos, alternando períodos de maior sismicidade com fases de acalmia.

Neste contexto, segundo o CIVISA,  não se pode excluir a ocorrência de novos períodos de libertação de energia, incluindo sismos sentidos. Sob o ponto de vista geológico, a sismicidade desenvolve-se no flanco oeste do Vulcão das Furnas, mais concretamente numa faixa de direção NNE-SSW onde o bordo da caldeira externa do Vulcão das Furnas é intersetado pelas fraturas de direção aproximada WNWESE do Sistema Vulcânico Fissural do Congro.

 O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da atividade, emitindo novos comunicados se a situação o justificar.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO