Bloco questiona Governo sobre atraso na entrada em funcionamento das novas infraestruturas do porto da Madalena que estão prontas há um ano

0
28
DR
DR

Obra de melhoria das condições operacionais e de segurança do Núcleo de Pesca do Porto da Madalena, na ilha do Pico, está pronta desde junho de 2021, mas grande parte das suas novas funcionalidades ainda não estão disponíveis para a utilização pelos pescadores. O Bloco de Esquerda pediu esclarecimentos ao Governo através de requerimento.

A obra, adjudicada em outubro de 2019, previa a construção de um cais de alagem com 20 metros e de um cais auxiliar com 17 metros, o que aumentou em cerca de 50% a zona acostável para a pesca local, bem como um terrapleno com 1.200 m2.

Estava ainda prevista a instalação de uma grua de coluna de 16 toneladas, bem como a instalação de redes de água e de eletricidade para apoio das embarcações, assim como a construção de instalações sanitárias para os profissionais da pesca do Porto da Madalena.

No entanto, até ao momento, e segundo utilizadores deste núcleo de pescas, as instalações sanitárias encontram-se fechadas, a eletricidade desligada e não há água para os pescadores. Ou seja, aquela que era uma obra para melhoria da vida destas pessoas, acaba por estar com grande parte das suas funcionalidades impedidas a estes pescadores, demonstrando a má gestão do erário público.

Outro motivo de insatisfação é o de a grua adquirida para este núcleo não estar a ser utilizada, sendo os pescadores obrigados a recorrer à velha grua que já apresenta bastante desgaste, não estando em condições operacionais.

O Bloco de Esquerda salienta que as obras realizadas são fundamentais para a melhoria das condições de trabalho dos utilizadores do porto, particularmente os pescadores, por isso, quer que o Governo diga para quando está prevista a entrada em funcionamento das infraestruturas criadas, e quais os motivos do atraso verificado.