Bolieiro defende passagens aéreas a 60 euros como meio para criar mercado regional

0
18

O candidato do PSD/Açores a Presidente do Governo afirmou hoje que a proposta do partido de criação de uma tarifa única para residentes, no valor máximo de 60 euros, nas ligações aéreas inter-ilhas é fundamental para criar um mercado regional.

“Esta proposta do PSD da ‘Tarifa Açores’ é fundamental para a criação de um mercado regional e para a mobilidade das pessoas, de modo a que nos sintamos verdadeiramente açorianos. Que um micaelense possa ir à Graciosa ou às Flores e pague o mesmo. Isto é muito importante”, afirmou José Manuel Bolieiro, em declarações aos jornalistas, em Santa Cruz da Graciosa.

O líder social-democrata salientou que a tarifa única com o preço máximo de 60 euros, a criar no âmbito da revisão das obrigações de serviço público do transporte aéreo inter-ilhas, “faz todo o sentido”.

“Cheguei à Graciosa com a clara noção de que a nossa proposta faz todo o sentido. A viagem de ida e volta de São Miguel para aqui teve um custo, na tarifa sem restrições, de 117 euros. A nossa proposta é que o preço máximo seja de 60 euros, ida e volta, com todas as taxas incluídas”, disse.

Para José Manuel Bolieiro, “é inaceitável a tentativa do Partido Socialista de confundir as pessoas acerca da bondade e realismo desta proposta do PSD”.

“Que não se tente confundir as pessoas. As nossas contas estão feitas. A nossa proposta é financeiramente suportável no âmbito das novas obrigações de serviço público do transporte aéreo. É uma proposta com sentido estratégico”, sublinhou.

O candidato social-democrata explicou ainda que a “exceção à regra” na proposta de passagens aéreas inter-ilhas a 60 euros é a ligação entre as ilhas das Flores e Corvo, que, devido à sua proximidade, terá um preço substancialmente inferior.

Em campanha na ilha Graciosa, José Manuel Bolieiro mostrou-se “satisfeito e confiante”, dado que constatou a “grande aprovação das pessoas ao trabalho do PSD” na ilha.

“Com mais deputados do PSD eleitos pela Graciosa, será ainda maior a defesa dos interesses da ilha no parlamento regional”, considerou o candidato social-democrata.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO