Câmara Municipal presente nas Conferências sobre Descarbonização

0
14
blank

A Câmara Municipal de Ponta Delgada marcou presença nas sextas Conferências do P3DT (Políticas Públicas, Planeamento e Desenvolvimento Territorial), promovidas pelo Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território (CEGOT), Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), Instituto de Gestão e Administração Pública (IGAP) e Faculdade de Letras do Porto, que decorreram no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Matosinhos.

O tema desta edição foi a “Cidade Descarbonizada”, abordando políticas públicas, planos e projetos capazes de dar soluções mais sustentáveis aos problemas que surgem nas cidades.

Do programa fizeram parte conferências, mesas redondas, espaços de debate e saídas de campo a vários locais do território, onde participaram geógrafos, empresários, urbanistas e académicos.

O programa contou com a participação do presidente da comissão organizadora, José Rio Fernandes, da Universidade do Porto/Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território, do professor associado da Universidade de Paris-Douphine, Joaquim Oliveira Martins, do professor catedrático da Universidade do Minho, José Gomes Mendes, do professor catedrático da Universidade de Coimbra, José Reis, do professor da Universidade de Lisboa, Mário Vale, da professora Teresa Sá Marques, da Universidade do Porto/CEGOT, entre outros oradores. A autarquia esteve representada por Luís Garcia, Chefe da Divisão de Planeamento.

A sessão de encerramento contou com a presença do Secretário de Estado do Ambiente e da Energia, João Galamba, e da Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Ponta Delgada está a preparar o concelho para enfrentar os desafios que os novos tempos impõem, alguns dos quais já contemplados no programa da União Europeia “Next Generation” como os relacionados com a defesa do meio ambiente e o combate às alterações climáticas que determinam a obrigação de lutar, entre outros, por uma verdadeira descarbonização da cidade, tornando-a mais verde, ambientalmente sustentável e devolvendo-a às pessoas e valorizando o nosso comércio tradicional.

Uma atuação assente em estudos e planos de ação que estão a ser implementados e
monitorizados, como é o caso do estudo de tráfego do centro histórico de Ponta Delgada, o Programa Estratégico de Reabilitação Urbana da área de reabilitação urbana do centro histórico (que contempla todo o estudo da mobilidade urbana e o espaço para as pessoas), o plano estratégico de desenvolvimento de Ponta Delgada e o programa estratégico de desenvolvimento turístico de Ponta Delgada.

Ainda neste âmbito, recorde-se a adesão de Ponta Delgada à Cartilha de Sustentabilidade e a candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência – Bairros Comerciais Digitais, num consórcio liderado pela Câmara Municipal de Ponta Delgada e do qual fazem parte a Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada, a Associação Empresarial dos Açores e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

A Câmara Municipal também está a desenvolver o plano de mobilidade sustentável do concelho e o plano de salvaguarda do centro histórico de Ponta Delgada e a rever o Plano Diretor Municipal.