“Cãominhada” sensibiliza faialenses para o não abandono dos animais de companhia

0
39

Ontem, a Associação Faialense dos Amigos dos Animais (AFAMA) organizou uma caminhada em que voluntários levaram a passear alguns dos cães que vivem nos dois canis da associação.

Os voluntários escolheram um amigo de quatro patas para partilhar este passeio e partiram dos dois canis da AFAMA, nas Angústias e na Quinta de São Lourenço, com destino ao Parque da Alagoa, onde a festa se prolongou com um almoço e com actividades ao longo da tarde, com o objectivo de angariar fundos para as actividades desta associação.

De acordo com Sónia Borges, presidente da AFAMA, a ideia desta “cãominhada” surgiu para lembrar aos faialenses que existem muitos amigos de quatro patas à espera de serem adoptados e, ao mesmo tempo, sensibilizar para o não abandono dos animais de companhia.

Actualmente a AFAMA dispõe de 96 cães nos seus canis. De acordo com Sónia, o número de animais abandonados tem aumentado, e cada vez mais pessoas procuram a associação porque já não dispõem de condições para sustentar os seus animais de estimação. No entanto, são também cada vez mais as pessoas que procuram a AFAMA para saber como podem esterilizar as suas gatas e cadelas. Para Sónia, trata-se de um bom sinal: “trata-se da única forma de controlar a natalidade e, dessa forma, fazer diminuir o número de animais abandonados”, diz.

A falta de espaço para albergar todos os animais abandonados é a principal dificuldade com que a AFAMA se debate. As obras do novo canil, nas Angústias, avançam devagar, e neste momento a primeira fase já está concluída e a funcionar. Agora, segundo Sónia, o objectivo é continuar a trabalhar e avançar para a segunda fase, para que os animais que se encontram ainda na Quinta de São Lourenço possam também ser transferidos para as novas instalações.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO