Carlos Enes, deputado do PS/Açores na AR pretende pressionar Governo para ampliar da pista da Horta

0
13

No final do ano passado o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, em resposta a um requerimento dos deputados do PSD eleitos pelo círculo dos Açores, veio a público afirmar que não se justifica ampliar a pista do Aeroporto da Horta, devido ao elevado custo da obra e ao sobredimensionamento daquela estrutura aeroportuária, recordando que a ANA, empresa que gere o Aeroporto, não vê "necessidade de serem alteradas" as condições de exploração.

Após estas declarações, muita “água tem rolado”. Na reunião pública da Câmara Municipal da Horta de Janeiro último a vereação analisou um ofício do Conselho de Ilha referente ao voto de protesto pelo cancelamento da obra de ampliação da Pista do Aeroporto da Horta, que remete a responsabilidade não só para o Governo da República mas também para o Governo Regional, voto este que foi aprovado por unanimidade. Também na primeira reunião de 2012 da Assembleia Municipal da Horta foram apresentados votos de protesto sobre este tema. Mais recentemente, Vasco Cordeiro, actual secretário regional da Economia e candidato à presidência do Governo Regional em Outubro próximo, prometeu lutar pela ampliação da pista deste aeroporto.

Agora foi a vez de Carlos Enes, deputado do PS à Assembleia da República eleito pelos Açores, prometer uma intervenção. O parlamentar esteve na tarde de ontem no Aeroporto da Horta, onde reuniu com director daquela infra-estrutura João Corvelo. O objectivo, segundo explicou à nossa reportagem, foi conhecer melhor esta realidade para se poder unir às forças vivas da ilha que têm reivindicado a ampliação da pista.

Na ocasião Enes referiu-se à ampliação da pista do aeroporto da Horta como uma necessidade:  “de facto, este aeroporto está a necessitar desta obra, tendo em conta a evolução que tem havido nestes últimos tempos”, disse, explicando que a ampliação não deve ser feita apenas por uma questão de “segurança” mas também de “operacionalidade”, já que se trata de uma “infra-estrutura fundamental para o desenvolvimento do Faial e das ilhas mais próximas”.

O deputado é da opinião de que, apesar do país estar a viver uma situação económica complicada, não se podem deixar de realizar todas as obras. Nesta altura, salienta, o que é fundamental é definir prioridades. Para tal, entende que o Governo da República deve ser “pressionado” no sentido de reavaliar a resposta negativa que já deu à solicitação da ampliação da pista.

Enes prometeu uma reunião com Ricardo Rodrigues, o outro socialista eleito pelos Açores à Assembleia da República, para uma definição de estratégias. O parlamentar entende que é urgente estabelecer um estratégia diferente da dos outros partido políticos no sentido de se conseguir “dar a um passo em frente e pressionar o Governo”.

Esta visita ao Aeroporto da Horta foi feita à margem do Parlamento dos Jovens, que decorre na Assembleia Regional e no âmbito do qual Carlos Enes veio ao Faial. O deputado frisou que está a preparar outras deslocações à ilha azul.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO