Carlos Tomé lança “O Bracinho” no Faial – dia 12 de Junho de 2019

0
42

O Bracinho”, o mais recente romance de Carlos Tomé, ex-jornalista da RTP/Açores, será lançado no Faial, na próxima quarta-feira, dia 12.

O evento terá lugar pelas 18h30, no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, Horta.

A Apresentação estará a cargo da jornalista Cristina Silveira.

“O Bracinho”, que tem a chancela da “Letras Lavadas”, já foi apresentado em São Miguel (Ponta Delgada), Lisboa e Porto, sendo Faial, Pico e Terceira os locais que se seguem.

Este é o quarto livro de Carlos Tomé, que publicou em 2002 “A Noite dos Prodígios e outras histórias” (contos), em 2006 “Morreremos Amanhã” (romance) em 2016 “Um Perigoso Leitor de Jornais” (outro romance).

Sinopse:

“Nos anos sessenta do século passado, no auge do fluxo migratório de açorianos para a América do Norte e para o Brasil, uma família micaelense resolve procurar no outro lado do Atlântico um futuro mais risonho do que aquele que julga possível nos Açores. No entanto, ao partir de São Miguel, para se fixar nos arredores de São Paulo, a família não está completa. No porto de Ponta Delgada fica, na companhia de uma tia, o mais jovem de todos, um menino de seis anos, entregue à angústia de se ver sem os pais e os irmãos”.

Esse é o pano de fundo do mais recente livro de Carlos Tomé, no qual o escritor romanceia um acontecimento verídico, “uma das muitas histórias que conferem razão ao aforismo que atribui mais incredulidade à realidade do que à ficção”.

O título “O Bracinho” é uma alusão à alcunha por que é carinhosamente tratado esse menino, António de seu nome, na freguesia onde nasceu e onde, subitamente, viu-se apartado de quem mais amava”.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO