CDS-PP assume compromissos em prol dos doentes oncológicos

0
12
DR/CDS
DR/CDS

Artur Lima, Presidente do CDS-PP Açores e cabeça-de-lista pela ilha Terceira às próximas eleições legislativas regionais, declarou que “o Centro de Oncologia dos Açores é dos melhores serviços de saúde da Região, pelo que o CDS-PP se compromete a, na próxima legislatura, dar o maior apoio a este centro e a maior atenção aos doentes oncológicos, como já tem vindo a dar com provas dadas”.

À saída de uma audiência com o Presidente do Conselho de Administração do Centro de Oncologia dos Açores, ocorrida na passada segunda-feira, o Presidente do CDS-PP Açores considerou que “o registo oncológico dos Açores, desenvolvido por este Centro de Oncologia, é o melhor registo oncológico do País” e que “o trabalho deste Centro ao nível da prevenção secundária é de excelência e digno de reconhecimento”.

Artur Lima observou que “em Saúde, é infinitamente mais barato prevenir do que remediar, isto é, de tratar” e afirmou que “no panorama das doenças oncológicas, a nível regional, o Centro de Oncologia dos Açores tem uma excelente resposta a montante, que se traduz nos rastreios que efetua e na deteção precoce da doença; contudo, é necessário que essa resposta seja acompanhada a jusante”.

Referindo-se ao Complemento Especial para o Doente Oncológico – CEDO, o Presidente do Partido recordou que “os doentes oncológicos têm sido beneficiários de diversas propostas do CDS-PP nos Açores, nomeadamente, há dois anos propusemos uma diária específica e especial para eles e, este ano, propusemos o seu aumento em 10%”. Quanto a propostas futuras, Artur Lima afirmou que “as diárias dos doentes devem aumentar, sobretudo para o doente oncológico, pois é o que mais sofre, ficando mais tempo longe da sua família e da sua casa, sujeito a tratamentos mais agressivos e que, portanto, precisa de mais conforto”, não esquecendo que “é também de justiça aumentar a diária do acompanhante do doente oncológico”.

Artur Lima considerou que “a este centro de excelência que é o Centro de Oncologia dos Açores falta apoio para aumentar e intensificar as suas ações, nomeadamente, falta criar condições para o rastreio de um cancro que tem prevalência muito elevada na Região Autónoma dos Açores, que é o cancro do pulmão. Por esse motivo, o CDS-PP assume o compromisso de fazer, na próxima legislatura, uma proposta para dotar o Centro de Oncologia dos Açores dos meios e da verba necessária para fazer o rastreio do cancro do pulmão e assim salvar vidas e dar qualidade de vida aos doentes”.

O cabeça-de-lista do CDS-PP pela ilha Terceira frisou ainda “a utilidade, para o doente oncológico, da rede de residências para acolhimento de doentes deslocados nos Açores, que foi criada por iniciativa do CDS-PP em sede de Plano e Orçamento: já estão feitas uma residência na Terceira e duas em São Miguel, faltando fazer a da Horta”. Artur Lima mencionou que, para serem geridas, as residências foram entretanto entregues a algumas instituições ao abrigo do Orçamento Participativo, no entanto, “há que reconhecer o cunho autoral da proposta para a criação da rede de residências para doentes deslocados nos Açores e lamento que o Governo Regional se escuse a reconhecer que o autor desta proposta é o CDS-PP”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO