CDS-PP propõe tratar cada corporação de bombeiros em função da sua realidade específica

0
6
DR
DR

O deputado Pedro Pinto, do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, defende que “é necessário responder às necessidades específicas de cada corporação de Bombeiros nos Açores, tratando de modo diferente aquilo que é diferente”.
A assinalar o Dia Internacional do Bombeiro, o deputado reuniu nesta terça-feira com a Direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, assim terminando uma ronda pelas duas corporações de bombeiros da Ilha Terceira. Pedro Pinto manifestou a intenção de “dar continuidade a essa ronda pelas outras ilhas dos Açores, para recolher testemunhos dos Bombeiros que lidam com realidades distintas”.
“Em função da variação dos níveis de sinistralidade que se verificam na nossa região, é natural que algumas corporações necessitem de renovar a sua frota com mais frequência do que outras, pois dependendo dos casos a que têm de acorrer existe maior ou menor gasto de material”, observou Pedro Pinto, exemplificando que “algumas corporações prestam assistência a aeroportos, outras não”.
O deputado do CDS-PP recordou que “está em análise no Parlamento açoriano um projeto da autoria dos partidos da coligação, que visa elaborar um Estatuto do Bombeiro nos Açores”, salientando que “importa dignificar a carreira e a atividade do Bombeiro, sendo necessário ir mais além e analisar a questão de um ponto de vista estrutural, isto é, sistematizar que serviços prestam os Bombeiros nos Açores”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO