CDU/Flores apela ao Governo Regional que reveja as ligações aéreas com a ilha

0
12
DR

Apesar do aumento do número de voos para a Ilha das Flores anunciado pelo Governo Regional, para este Verão, no corrente mês já se começa a registar a impossibilidade de muitos habitantes e residentes conseguirem reserva para as suas deslocações para fora desta Ilha.

Efetivamente a orientação da política definida para a SATA Air Açores continua a privilegiar em
exclusivo os turistas, designadamente para dar cumprimento à política de reencaminhamentos gratuitos para os passageiros das low-cost em detrimento e em prejuízo da população residente que assim vê ser posto em causa o seu direito à mobilidade mesmo em circunstâncias em cuja viagem ultrapassa o simples lazer, tal como deslocações para consultas médicas, assistência a familiares etc, vendo-se impedida de viajar.

A CDU/Flores depara-se com uma constante descoordenação da companhia Sata Air Açores
que afecta todos os florentinos, ainda hoje a CDU/ Flores recebeu diversas queixas de
florentinos que estão impedidos quer de regressar a casa, quer de sair da ilha, devido aos
diversos voos extraordinários que não conseguem incluir todos passageiros porque nos dias
anteriores existiram voos cancelados. Alguns destes passageiros que estão a aguardar, são
pessoas com graves problemas de saúde.

A CDU/Flores apela ao Governo Regional que tome as medidas necessárias para que todas as pessoas que tiverem para sair ou entrar na ilha das Flores o consiga fazer durante o dia de amanha, visto que está previsto um agravamento do estado do tempo para os dias seguintes.

Santa Cruz das Flores, 12 de abril de 2019

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO