Chegámos a 2018, está na altura de fazer revisões

0
15
TI

Com a chegada do novo ano, vêm muitas novidades mas, também é altura de rever se está tudo em ordem com o seu melhor amigo:
– Desparasitações: a desparasitação interna (lombrigas, vermes, etc) e externa (pulgas, carraças, etc) é fundamental para manter a saúde do seu animal e da sua família, ter em atenção que os parasitas podem afectar os humanos.
– Vacinas: ter as vacinas em ordem é fulcral e em termos legais também, a vacina antirrábica é obrigatória por lei para todos os cães, sem excepção. Também está recomendada para gatos e furões. Quanto mais completo o plano vacinal do seu animal estiver, mais protegido este estará.
– Microchip: se ainda não foi colocado no seu animal, então não perca mais tempo! O microchip é obrigatório para todos os cães nascidos a partir de Julho de 2008. No entanto, é uma ferramenta muito importante no auxílio de encontrar o seu animal, caso se perca. O microchip pode ser aplicado e está recomendado a todos os animais de companhia: gatos, coelhos, furões, papagaios, etc.
– Esterilização: se tem adiado a esterilização do seu animal, então 2018 é a altura ideal para o fazer! A esterilização é fundamental na prevenção de fugas dos animais (aquando em cio ou detecção do mesmo) e consequentes acidentes, evita gravidezes indesejadas, cessa o cio, previne a formação de infecções uterinas nas fêmeas (quer gata quer cadela), a formação de tumores mamários e perianais, entre outros.
– Análises de rotina: as análises bioquímicas de rotina são importantes na detecção de doenças nos nossos animais, especialmente no caso de animais geriátricos. Se o seu animal já é geriátrico e/ou tem algum sinal de doença, deve levá-lo a fazer análises e, se necessário mais algum exame imagiológico (radiografia, ecografia), para ver se está tudo ok. A detecção precoce das doenças constitui um importante factor para um melhor prognóstico.
A entrada num novo ano é sempre o factor de reflexão, incluindo no que toca à saúde dos nossos melhores amigos. Se tem em falta um ou mais dos tópicos acima mencionados, então não adie mais e consulte o seu Médico Veterinário.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO