Comissão Municipal para os Assuntos do Mar tomou posse ontem

0
5

Tomou posse na manhã de ontem, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Comissão Municipal para os Assuntos do Mar.

Esta nova Comissão é constituída por diversas instituições como a Câmara Municipal da Horta, o Clube Naval da Horta, a Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, a Câmara do Comércio e Indústria da Horta, o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, a Associação Regional de Vela dos Açores, a Autoridade Marítima do Porto da Horta e a Associação de Pescadores. Os seus objectivos principais são promover o Porto e a Marina da Horta, bem como reforçar o papel estratégico da Ilha do Faial no âmbito das ciências do ambiente e do mar, assim como promover o seu enquadramento estratégico no contexto dos Açores e do Triângulo.

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal da Horta referiu que a criação desta comissão é algo que era há muito ambicionado. “Hoje cumprimos aqui um desiderato que pretendíamos há algum tempo, mais ou menos desde Maio de 2009, quando iniciámos formalmente a Constituição da Comissão Náutica Municipal”, disse João Castro.

Para o edil, a Comissão agora criada não se sobrepõe de forma alguma à já existente Comissão Náutica Municipal, uma vez que esta irá continuar a desenvolver o seu papel cujas “sinergias se direccionavam para a promoção e para a organização de eventos de cariz náutico e de recepção de regatas e navios de recreio ou cruzeiro”, explicou o presidente, esclarecendo que a Comissão Municipal para os Assuntos do Mar irá envolver diversas entidades, sendo que cada uma delas “aplicou um pouco da sua área de influência no sentido de, em conjunto, conseguirmos valer mais do que cada um individualmente”.

Em suma e segundo Castro, “esta Comissão dos Assuntos do Mar permite criar uma estratégia para os assuntos do mar a nível regional e, se for possível, contribuir também para o contexto nacional”, uma vez que alarga o seu horizonte a outras áreas temáticas como a gestão de recursos, transportes ou infraestruturas, bem a aspectos como o empreendedorismo, os negócios de mar, as questões da formação, do ambiente, entre outros.

João Castro chamou ainda a atenção para a necessidade de centrar atenções no mar. O autarca referiu que “já há no Faial um despertar para as questões do mar”. “Nós, políticos e não só, temos de estar vigilantes, activos e empenhados para que esta matéria dos assuntos do Mar seja uma problemática de todos”, acrescentou. Castro frisou que “está para breve a exploração dos recursos no mar dos Açores”, alertando para a possibilidade dessa exploração vir a ser feita sem que a Região nela participe.

A Comissão Municipal para os Assuntos do Mar surge assim no contexto das comemorações do Dia da Cidade, que se assinala a 4 de Julho, prevendo-se que a sua primeira reunião aconteça antes da Semana do Mar.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO