Conceição inaugurou cozinha comunitária

0
79

A Conceição inaugurou no passado sábado a sua cozinha comunitária. A nova valência fica junto ao Centro de Dia da Conceição, num espaço outrora ocupado pelos escuteiros da freguesia, cedido à autarquia local pela Câmara Municipal da Horta (CMH).

 Para além do espaço, o município contribuiu para a criação desta cozinha comunitária com apoio financeiro, ao abrigo dos protocolos de delegação de competências na Junta de Freguesia da Conceição dos anos 2011 e 2012.

 A criação desta valência na Conceição representa um sonho antigo do presidente da Junta de Freguesia, João Bettencourt, cujos problemas de saúde dificultaram o seguimento do processo, mas não impediram a sua concretização. De acordo com Gilberto Alvernaz, membro do Executivo da Junta de Freguesia, só foi possível pôr de pé este projeto com um árduo trabalho de equipa de todos os intervenientes.

 Agora, esta cozinha fica à disposição de todas as instituições do concelho. Com um forno e um espaço amplo para servir refeições, a cozinha comunitária já começou a ser solicitada.

 Num cenário de dificuldades como o que hoje se atravessa, Gilberto Alvernaz explicou que esta cozinha pretende também ser um auxílio nas respostas sociais necessárias no concelho. 

 Neste âmbito, o autarca referiu que a freguesia dispõe de um terreno, neste momento já cultivado, para fornecer géneros alimentícios às pessoas mais necessitadas.

blank

 Em representação da CMH marcou presença nesta inauguração o seu vice-presidente. José Leonardo Silva entende que a forma como decorreu a concretização deste projeto é a receita para combater a crise: “nos tempos que atravessamos temos de criar sinergias entre pessoas e instituições”, disse, apelando às pessoas para que usufruam deste novo espaço “com sentido de responsabilidade e partilha”.

 Também o vice-presidente da CMH destacou a importância que esta cozinha comunitária pode ter do ponto de vista social. José Leonardo Silva salientou ainda as virtudes dos protocolos de delegação de competências nas juntas de freguesia do concelho. De acordo com o autarca, no atual mandato, que termina este ano, a CMH apoiou a freguesia da Conceição em 200 mil euros ao abrigo destes protocolos.