Criação e requalificação de miradouros cria “melhores condições” para apreciar paisagens açorianas, afirma Ana Cunha

0
23
DR

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou hoje, no Pico, que o Governo dos Açores trabalha para que as nove ilhas do arquipélago “sejam, cada vez mais, locais aprazíveis, de que apetece usufruir” e onde “possam ser contempladas as paisagens que nos deslumbram todos os dias”.

Ana Cunha, que falava na apresentação dos projetos que levarão à construção de dois novos miradouros no Pico, adiantou que o Executivo tem vindo a investir, “por toda a Região, na criação ou na requalificação destes espaços de contemplação da paisagem”, frisando que “a ilha da Pico não é exceção”.

A titular da pasta das Obras Públicas referiu que o Governo dos Açores “tem levado a cabo um trabalho contínuo para criar melhores condições deste tipo de equipamentos, para permitir uma contemplação e vivência daquilo que de mais precioso temos para oferecer, a natureza”.

O Miradouro da Cascalheira, a construir na Estrada Regional N.º 2-2.ª, mais conhecida por ‘Transversal’, vai “proporcionar uma vista sobre a vila das Lajes e sobre o mar”, disse Ana Cunha, acrescentando que “este miradouro aproveitará a beleza das paisagens e potenciará um novo espaço de contemplação”, destinado não apenas aos visitantes, mas também aos residentes.

Este espaço terá duas áreas distintas, nomeadamente uma que acompanha o desnível da estrada, onde ficará a zona de estacionamento e um espaço de receção aos seus utilizadores, e um segundo espaço onde será implementada uma pequena praça com merendário, cuja localização e enquadramento convidará ao convívio e ao lazer.

Por seu lado, o Miradouro do Planalto será construído na Estrada Regional N.º 3–2.ª (‘Longitudinal’), com vista sobre a Madalena.

Neste local “aproveita-se a localização privilegiada em termos de vista sobre esta ilha, sobre a ilha do Faial e o canal, ao mesmo tempo que permite a contemplação de toda a envolvente do Planalto do Pico e da montanha, que é aqui a personagem principal”, afirmou a Secretária Regional.

O miradouro está projetado de forma a evitar a construção de muros de suporte, aproveitando a morfologia do terreno e sem criar barreiras visuais pesadas e contrastantes com o meio envolvente.

Este equipamento terá duas secções, uma que acompanha o desnível da estrada e onde ficarão instalados os estacionamentos e a zona de receção dos utilizadores, e uma segunda zona também com uma praça e um merendário, capazes de apelar à visita e prolongado convívio.

Estes dois miradouros representam um investimento de cerca de 100 mil euros, estando a sua construção prevista para o início do primeiro semestre de 2020.

“A par destes investimentos de criação e requalificação deste tipo de espaços, optamos por, já há algum tempo, trabalhar e iremos lançar brevemente uma plataforma digital e uma aplicação para telemóvel designada Roteiro dos Miradouros dos Açores”, afirmou Ana Cunha.

Através delas, acrescentou, “será possível conhecer cada um dos miradouros, a sua história, as suas caraterísticas, as suas acessibilidades, os equipamentos neles disponíveis, com propostas de visita e apelando sempre à sua visitação”.

“Com mais estas ferramentas, pretende-se divulgar, de forma mais consistente, toda a oferta existente ao nível destes espaços e também promover, para além da informação, alguma interação”, salientou a Secretária Regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO