Crónica de uma derrota anunciada

0
15
TI
TI

Estamos a um mês das eleições, mas não vou escrever um artigo de opinião a analisar os diferentes argumentos, propostas, candidatos e suas performances nos debates, nem o interesse que será o campeonato dos partidos “pequenos” e eventuais consequências no xadrez politico. Em vez disso, vou debruçar-me sobre algo que julgo premente para o futuro dos Açores.
Refiro-me à situação atual do maior partido da oposição, o PSD, um partido fundador da autonomia e com uma importância fundamental para a estabilidade regional e para evitar derivas radicais à direita.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO