CTT garantem distribuição diária de correio no Faial

0
12

Os CTT – Correios de Portugal ao longo da sua existência,« têm focado o seu negócio essencialmente no correio, ou seja, na distribuição de correspondência.
No Faial, a Estação dos CTT não foge à regra, no entanto a dependência nos transportes áereos e marítimos, por vezes, condiciona o bom funcionamento dos serviços, nomeadamente no que diz respeito, à correspondência.
Nos últimos meses, a população tem-se queixado de uma menor frequência na passagem de carteiros a entregar correspondência. No sentido de esclarecer esta situação Tribuna das Ilhas ouviu a Empresa.

 

Com quase 500 anos a História dos CTT, está inserida também na História de Portugal. Com o objetivo de derrubar as distâncias e superar a geografia, a História desta empresa remonta a 1520, mais precisamente à época dos Descobrimentos que colocou Portugal no centro do mundo.
Durante muitos anos, o serviço de entregas era feito a pé e a cavalo, em estradas de má qualidade, que tornavam o serviço muito demorado. Aliás a imagem do carteiro montado num cavalo tocando a trombeta anunciando a chegada do correio ainda hoje prevalece como o símbolo dos CTT.
No entanto, ao longo dos anos este serviço foi evoluindo. Com a criação de estradas, caminhos de ferro e melhores vias de comunicação, o serviço de correios tornou-se mais regular. Hoje em dia, para além da distribuição de correspondência, as estações de correios, colocam à disposição dos cidadãos um leque de serviços, que através de uma rede integrada com estabelecimentos comerciais, permite o pagamento de várias contas domésticas, poupando tempo aos seus clientes.

 

LEIA A NOTICIA COMPLETA NA NOSSA EDIÇÃO IMPRESSA OU

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO