Da desgovernamentalização à partidarização

0
38

O setor público desempenha um papel absolutamente fundamental na região como garante de serviços públicos essenciais, como a saúde, a educação, os transportes, a produção e distribuição de energia, entre muitos outros.
Toda esta máquina tem de ter pessoas qualificadas nos seus quadros e com estabilidade para desenvolverem o seu trabalho. E tem de ter dirigentes competentes e capazes e que não sejam uma mera extensão do gabinete do membro do governo regional. Os dirigentes, para além de seguirem as orientações do programa do governo, têm obrigações que o precedem, em primeiro lugar o prosseguimento do interesse público, e regem-se por princípios como a legalidade, a justiça e a imparcialidade, a competência, a responsabilidade, entre outros.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO