“Daniel de Sá – A Serena Sabedoria” apresentado na Horta

0
5

A Cedar’s House acolheu, no serão da passada quinta-feira, a apresentação do livro “Daniel de Sá – A Serena Sabedoria” com direção e coordenação editorial de Dionísio Sousa. A apresentação da obra esteve a cargo de José António Martins Goulart, Catarina Furtado e pelo autor Dionísio Sousa.

Para a Presidente da Assembleia Legislativa Daniel de Sá era um “exímio contador de estórias, pôs a realidade ao serviço da ficção, mas também inventou ficção que depois viu espelhada na realidade”. Ana Luís destacou ainda o pensamento corajoso e independente e a solidariedade humana e universalista que caraterizava Daniel de Sá.
José António Martins Goulart salientou que com Daniel de Sá estabelecesse sempre uma relação de proximidade, uma ligação que não permite fugas do presente. José António Martins Goulart relembrou Daniel de Sá, enquanto amigo e camarada.
Catarina Furtado recordou Daniel de Sá enquanto político, destacando a sua personalidade humanista e a sua capacidade agregadora como político.
Para Dionísio Sousa, coordenador da obra, este livro contém as facetas de Daniel de Sá, o deputado e o vereador, e conta ainda com testemunhos de familiares, amigos e institucionais que permitem descrever a biografia de Daniel de Sá.
O sarau contou com a participação de Anabela Morais, Cisaltina Martins e Victor Rui Dores que deram voz a poemas/textos de Daniel de Sá, e com Las cuatro estaciones porteñas de Astor Piazzolla, interpretadas por Marcello Guarini ao piano, Nataliya Horobets no violino e Natalia Bauer no violoncelo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO