Dia Freguesia Feteira – Eduardo Pereira pede à Câmara que mantenha verbas das Juntas de Freguesia

0
35

A Feteira assinalou ontem, dia 22, pelo quarto ano consecutivo, o Dia da Freguesia. Na sessão solene, que decorreu na igreja da freguesia, o presidente daquela autarquia faialense aproveitou a ocasião para reflectir sobre a realidade das Juntas de Freguesia no actual cenário de crise económica. Eduardo Pereira considera que os cortes nos apoios às Juntas de Freguesia, tanto da parte da Câmara Municipal como do Governo, “têm vindo a aumentar de forma preocupante”. O autarca social-democrata lembra que a principal resposta de proximidade às populações é dada pelas Juntas de Freguesia, por isso considera que o próximo orçamento da Câmara Municipal da Horta deve manter as verbas das delegações de competências. “Caso contrário, vejo com muita dificuldade a manutenção dos actuais serviços prestados pelas Juntas ao mesmo tempo que estarão também em causa diversos postos de trabalho”, alertou.

Actualmente com 1905 habitantes – mais cerca de 300 que há dez anos -, a diminuição de verbas disponíveis acontece “em contra ciclo” com o crescimento da freguesia, o que torna mais difícil fazer a sua gestão. Apesar disso, Eduardo Pereira congratulou-se com a “vitalidade” da Feteira, reflectida pelo número de instituições que a freguesia alberga, desde o Grupo Folclórico à Filarmónica, passando pelo Grupo Desportivo e pelos Escuteiros, entre outras. Segundo o presidente da Junta, os principais problemas de algumas destas instituições passam pela falta de instalações, situação que ficaria resolvida com a construção do polivalente da freguesia. Com o vice-presidente da Câmara Municipal a ouvir com atenção, Eduardo Pereira aproveitou para deixar o recado: o projecto do polivalente “já tem barbas”, os feteirenses estão cansados de esperar, e, para a Junta de Freguesia, é “fundamental” que a Câmara da Horta assuma a liderança do projecto. Por isso, Eduardo pediu a José Leonardo Silva que levasse o assunto à reunião plenária do executivo camarário.

Em resposta, o vice-presidente da Câmara Municipal reiterou a vontade da autarquia em manter as verbas da delegação de competências, no entanto, face aos “tempos difíceis” que actualmente se vivem, não garantiu que o orçamento do próximo ano vá, à semelhança do que aconteceu em 2011, fazer face a essa vontade das Juntas de Freguesia.

Em relação ao polivalente, José Leonardo assumiu a responsabilidade da Câmara Municipal no projecto, no entanto entende que esta não pode ser exclusivamente do município, mas antes dividida com a Freguesia da Feteira.

O vice-presidente frisou também o que considera ser a vontade do município em apoiar as instituições feteirenses. Prova disso será o protocolo a assinar em Outubro próximo com a Filarmónica, com vista à aquisição de um terreno contíguo à actual sede, para que esta possa ser ampliada.

Também o presidente da Assembleia Municipal da Horta se mostrou preocupado com a actual crise económica, que traz “desafios radicais” e “importantes incógnitas” sobre a viabilidade do funcionamento do país nos moldes actuais. Jorge Costa Pereira referiu que agora, mais do que nunca, as decisões de investimento público devem privilegiar actividades geradoras de emprego e catalisadoras da economia. Na Região, devem também obedecer a um princípio de “desenvolvimento harmonioso e integral” do arquipélago, princípio este que, para Costa Pereira, deve servir também para o investimento a nível local, de forma a integrar todas as freguesias e evitar as tendências de esvaziamento populacional que algumas enfrentam.

 

Professoras universitárias nascidas na Feteira homenageadas

Como é habitual, a Sessão Solene do Dia da Freguesia da Feteira serviu também para homenagear filhos da terra que de algum modo se destacaram dentro e fora de portas. Este ano, as homenageadas foram Magda Eugénia Pinheiro Brandão da Costa Carvalho e Maria João Maciel Jorge Dodman, duas professoras universitárias, a primeira a leccionar na Universidade dos Açores e a segunda na Universidade de York, no Canadá.

Inaugurada obra do espaço de lazer da Poça da Rainha

Antes da Sessão Solene, as comemorações do Dia da Freguesia da Feteira arrancaram com a inauguração das obras no espaço de lazer da Poça da Rainha. Tratou-se de um investimento de cerca de 10 mil euros, financiado pela Junta de Freguesia e pela Câmara Municipal, ao abrigo do protocolo de delegação de competências. Nesta intervenção foram contemplados o acesso ao mar e à poça, vestiários, duche, zona de solário e acessos ao local. De acordo com Eduardo Pereira, agora o objectivo da autarquia feteirense é dotar o espaço de uma instalação sanitária ambulante e efectuar a remoção da pedra que está no meio da poça, assim como aumentar a sua dimensão.

blank

A Junta pretende também criar dois circuitos de visita na freguesia: um que contemple o miradouro e o parque de lazer da Ponta Furada, a zona da Lajinha e da Poça da Rainha, o porto, o poço de maré e o nicho de metralhadoras, e outro que englobe a Serra da Feteira e o Farrobim.

Na ocasião, Eduardo Pereira aproveitou para frisar o que considera ser o bom trabalho de cooperação entre a autarquia a que preside e a Delegação do Faial da Secretaria Regional da Ciência Tecnologia e Equipamentos: “tem sido um trabalho conjunto onde a Junta de Freguesia sempre se sentiu valorizada nas suas opiniões”, referiu.

Ainda a respeito das obras realizadas na freguesia, Eduardo Pereira aproveitou o momento para anunciar a aprovação na Câmara Municipal da Horta de um projecto para a zona do Algar, que contempla a criação de um parque infantil.

Situação financeira da Igreja da Feteira preocupa Junta de Freguesia

No dia da freguesia da Feteira, o presidente da Junta alertou também para a situação financeira da Igreja da freguesia. De acordo com Eduardo Pereira, a Igreja não está a ser capaz de fazer face ao pagamento trimestral de cerca de 8 mil euros à banca, e, se não conseguir gerar receitas, corre o risco de perder o passal. Tendo isto em conta, o autarca apelou à união da freguesia em torno deste problema.

blank

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!