Diretora Regional destaca aposta do Governo dos Açores na transição energética dos transportes públicos

0
17
blank
DR

A Diretora Regional da Energia reiterou a aposta do Governo dos Açores em promover a transição energética nos transportes públicos coletivos de passageiros, avançando que o prazo de candidaturas a apoios para a aquisição destes veículos de base elétrica será prorrogado até ao final do primeiro trimestre de 2020.

Andreia Carreiro falava na sessão de abertura do IX Encontro com a Eficiência Energética que decorreu hoje, na Lagoa, com o objetivo de debater as melhores práticas no setor dos transportes públicos em matéria de energia.

A Diretora Regional aproveitou a ocasião para divulgar o sistema de incentivos disponível para transportes coletivos, através de um Aviso no eixo 4 – Economia de Baixo Carbono, Prioridade de Investimento – do Programa Operacional para os Açores 2020.

Conforme referiu, este sistema de incentivos, ao qual se podem candidatar empresas de transporte coletivo de passageiros, prestadores de serviço na área e administração pública regional e local, pretende apoiar e promover a introdução destes veículos de base elétrica no mercado regional.

O sistema de incentivos em causa dispõe de uma dotação orçamental de dois milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), com uma taxa máxima de cofinanciamento de 85%, sobre o custo total elegível.

“É essencial garantirmos a existência de uma rede de transportes públicos coletivos de passageiros que adote soluções inovadoras e amigas do ambiente, que promovam a atratividade deste serviço e que tenham efeito demonstrativo da mobilidade elétrica junto dos açorianos”, salientou a Diretora Regional.

Segundo Andreia Carreiro, este sistema de incentivos à aquisição ou reconversão é um “importante estímulo à concretização da transição energética no setor dos transportes terrestres, no processo crucial de renovação e modernização destas frotas” com “claras vantagens económicas para estas empresas, alcançadas por via dos benefícios fiscais, aliados a uma poupança significativa de custos de operação, quando equiparados com a opção por veículos movidos a combustíveis fósseis”.

“A adoção da mobilidade elétrica neste setor é um impulso essencial ao desenvolvimento dos Açores, assente numa economia de baixo carbono, por via da redução das emissões de gases com efeito de estufa, que em muito reforça o posicionamento da Região enquanto destino sustentável”, sublinhou.

Mais informações do Aviso nº ACORES-07-2019-21 podem ser consultadas aqui: http://poacores2020.azores.gov.pt/candidaturas/aviso-no-acores-07-2019-21/.