Ética e Política

0
25
DR/TI
DR/TI

A ética e a política (no seu sentido etimológico mais puro, vivência na Polis), reclama do político um tipo de governação que integre as questões dos direitos do outro e não apenas do próprio, em nome de princípios básicos como o princípio da imparcialidade. Integra ainda a solidariedade, o respeito e o diálogo entre diferentes. A consideração do outro, enquanto sujeito de direitos na vida da polis, é de uma enorme relevância em democracia porque define os limites nas relações dos governantes com os cidadãos, e de cada cidadão com o outro, pois o facto de eu existir como pessoa em relação ao outro responsabiliza-me, e responsabiliza o outro, enquanto sujeito de direitos, em relação a mim. Esta relação obriga-me a perceber o caráter limitado da minha existência diante do outro, e quando desrespeitamos esta relação, destruímos quaisquer possibilidades de entendimento; destruímos inclusive o diálogo e as solidariedades entre os indivíduos e as comunidades humanas.

É evidente que a contemporaneidade vive uma ampla autoalienação em relação à própria comunicação, uma vez que o insulto, a notícia falsa e a manipulação transformaram profundamente as relações humanas. Mas penso que não é esse o caminho a percorrer. Definitivamente.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura