Faltam ventiladores em pelo menos 5 Hospitais e duas unidades de Saúde

0
18
DR

Os Médicos, Enfermeiros e Bombeiros inscritos na plataforma umpassoafrente.pt identificaram nos últimos dois dias vários equipamentos em falta, como o caso de ventiladores que estão em falta no Centro Hospitalar Médio Tejo, EPE; no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central, EPE; no Hospital de Cascais Dr. José de Almeida; no Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca, EPE Amadora; no Hospital Santa Maria Maior, EPE – Barcelos; na Unidade Local de Saúde de Matosinhos, EPE;  e na Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE.

Até ao momento, foram identificadas falhas de fornecimento de 53 tipos diferentes de equipamentos em 40 Unidades de Serviço de 33 Hospitais e Centros de Saúde Nacionais. As máscaras, batas hospitalares e óculos de proteção são os materiais referenciados mais em falta (Dados completos na lista anexa e disponível no site).

A plataforma foi lançada na segunda feira dia 23, à meia noite, para sistematizar faltas de material e equipamentos de modo a que essas falhas possam ser supridas pelo Governo e as campanhas de solidariedade. Assim, pretende-se garantir que ficam garantidas as condições de proteção e de trabalho a médicos, bombeiros, enfermeiros, e a todos os profissionais empenhados no combate à pandemia provocada pela COVID-19. Neste site, os profissionais na 1ª linha do combate ao Coronavírus conseguem identificar de forma rápida o material que falta em cada estabelecimento de saúde, assumindo a responsabilidade pela informação reportada.

Esta plataforma é destinada a profissionais de saúde, nomeadamente médicos, enfermeiros e bombeiros, mas irá em breve ser alargada a Farmacêuticos e outros técnicos superiores de saúde.

A plataforma está igualmente a promover a campanha ‘Unidos por Portugal’, promovido pela ‘SIC Esperança’, assim como a campanha da Direção-Geral da Saúde, para recolha de donativos de resposta à crise da COVID-19.

‘Portugal, um passo à frente do Coronavírus’ é um movimento informal da sociedade civil liderado pelo médico Ricardo Baptista Leite com o propósito único, com base no voluntariado de quem quiser colaborar, de promover ações que contribuam para o atraso do número de novos casos de COVID-19 no nosso país.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO