Francisco César realça que estão realizados 94% dos compromissos assumidos para a ilha do Pico

0
5
DR

“É bom saber que decorridos três anos e meio deste mandato do Partido Socialista cerca de 94% desse manifesto eleitoral está cumprido”, realça Francisco César no âmbito das jornadas parlamentares que o PS/Açores está a realizar na Ilha do Pico até quinta-feira. O Presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores falava esta segunda-feira aos jornalistas, depois de uma reunião com a administração da Unidade de Saúde da ilha do Pico.

“Nós há três anos e meio assumimos um conjunto de compromissos com a ilha do Pico, um compromisso eleitoral que foi sufragado maioritariamente pela população e também aqui é importante saber qual o grau de cumprimento desse manifesto eleitoral. É bom saber que decorridos três anos e meio deste mandato do Partido Socialista, cerca de 94% desse manifesto eleitoral está cumprido”, afirmou.

Sobre os “6% que ainda falta fazer”, Francisco César adiantou que, para além das medidas que “ainda estão em execução”, importa perceber “porque é que não conseguimos cumprir” se a solução “poderá estar adiada para o futuro” ou se vai ser alterada “para benefício da população”.

Para o líder parlamentar, também, nestas jornadas, o PS/Açores vai “visitar diversas instituições e, se possível, aferir aquilo que são os problemas e a realidade em diversos setores de atividade”, como a agricultura, as pescas, o turismo e a atividade económica em si, “mas, também, tendo em atenção outras áreas que dizem respeito, e que muito preocupam, neste caso a população da ilha do Pico: A questão das acessibilidades, das infraestruturas ligadas também a essas acessibilidades e também à questão da Saúde”.

Sobre o setor da saúde, Francisco César assegurou que “a saúde tem sido uma das prioridades para os Governos do Partido Socialista” e, em resposta aos jornalistas, realçou que a Unidade de Saúde da Ilha do Pico é uma “infraestrutura bastante recente, que tem tido um aumento substantivo em termos daqueles que são os profissionais de saúde que aqui trabalham e que agora, há pouco tempo, tem uma nova valência, nomeadamente a questão ligada à hemodiálise”

Durante as jornadas vai decorrer uma conferência aberta a toda a população, cujo objetivo é “perceber em que medida é que o desenvolvimento económico que a ilha do Pico tem tido, o trabalho e o investimento público que tem sido aqui realizado, o investimento privado que temos tido, pode ser melhor aplicado ao serviço das populações. Por isso é que convidamos a população para discutir connosco, o que está feito e o que ainda há a fazer”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO