Governo dos Açores promove ‘Mês da Ciência’ para celebrar Dia Nacional da Cultura Científica

0
17
DR

O Governo dos Açores, através da Direção Regional da Ciência e Tecnologia, promove ao longo de todo o mês de novembro em todas as ilhas do arquipélago um conjunto de atividades destinadas à divulgação científica e tecnológica, no âmbito das comemorações do Dia Nacional da Cultura Científica, assinalado a 24 de novembro.

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia defende que esta iniciativa, “alargada no tempo e no espaço”, pretende que a divulgação da ciência e da tecnologia na Região “assuma, cada vez mais, uma vertente educativa, capacitando as crianças e jovens açorianos para estas áreas”.

Bruno Pacheco refere que, a par de outras iniciativas do Governo dos Açores no que respeita à promoção das STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) na Região, o ‘Mês da Ciência’ serve “não apenas para divulgar e reforçar a visibilidade dos projetos e atividades que, nestas matérias, têm sido implementados, mas também para apelar a uma maior consciencialização para a importância do trabalho dos cientistas, da defesa da biodiversidade e da preservação do meio ambiente para o futuro da Humanidade”.

Neste sentido, o ‘Mês da Ciência’ prevê a realização de uma centena de atividades centradas no ensino experimental das ciências e na divulgação da cultura científica no arquipélago, entre as quais a “Feira da Ciência”, que vai levar a Angra do Heroísmo, na Terceira, uma mostra da iniciativa ‘Macaronight – Noite Europeia dos Investigadores’, que decorreu, em setembro, em São Miguel.

Destaque também para a apresentação de cerca de uma dezena de espetáculos de teatro sobre temáticas como a segurança na internet, as alterações climáticas e o Espaço, como é o caso da peça “Aquecimento Esclarecido”, que vai percorrer as ilhas do Pico e de Santa Maria, e da peça de teatro “ID, a tua marca na net”, que será levada a cena nas ilhas das Flores, Graciosa e São Jorge.

A programação do ‘Mês da Ciência’ contempla ainda o concurso ‘Fala Ciência? Comunicar Ciência nos Açores’, com atribuição de prémios, exposições sobre alterações climáticas, microbiologia ou fósseis dos Açores, que vão percorrer várias escolas do arquipélago.

Estão também previstas várias palestras sobre diferentes áreas da ciência, como a palestra “Açores – um livro de Vulcanologia”, no dia 14 de novembro, na Escola Básica e Secundária Armando Côrtes-Rodrigues, em Vila Franca do Campo, ou a Mesa Redonda “A Ciência e os Professores”, a ter lugar, no dia 25 de novembro, na Escola Secundária Domingos Rebelo, com a participação de professores de físico-química e do grupo de Biologia/Geologia daquele estabelecimento de ensino.

Destinadas sobretudo aos jovens em idade escolar, as atividades do ‘Mês da Ciência’ englobam saídas de campo, sessões de planetário, observações do céu noturno, observação de rochas, construção de brinquedos com resíduos, programação, robótica e realidade virtualentre outras, que serão desenvolvidas, na sua maioria, em colaboração com os Centros de Ciência dos Açores.

Assinalado a 24 de novembro, o Dia Nacional da Cultura Científica foi oficialmente instituído por José Mariano Gago, em 1996, numa homenagem ao nascimento de Rómulo de Carvalho, professor, investigador e autor de livros de divulgação científica, como forma de enaltecer o papel da Ciência, incentivar o gosto pela atividade científica e sensibilizar o público mais jovem para a importância e relevância da Ciência no nosso dia a dia.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO