Governo dos Açores renova equipamentos dos bombeiros de São Miguel

0
11

A Secretária Regional da Saúde salientou hoje, na entrega de novos equipamentos aos cinco corpos de bombeiros da ilha de São Miguel, que o Governo dos Açores está “comprometido com o apoio e a prestação de socorro à população”, destacando, nesse sentido, o “crescente investimento em infraestruturas, equipamentos e formação”.

 

Teresa Machado Luciano falava em Vila Franca, na entrega de 34 aparelhos respiratórios isolantes de circuito aberto (ARICA) e cinco nebulizadores às Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários de Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo.

 

A titular da pasta da Proteção Civil salientou que se tratou de um investimento de 134 mil euros em 100 aparelhos respiratórios isolantes de circuito aberto, que têm vindo a ser distribuídos aos corpos de bombeiros da Região, e 17 nebulizadores, um para cada associação humanitária.

 

Para Teresa Machado Luciano, estes investimentos permitem “melhorar significativamente a capacidade operacional e o grau de prontidão dos nossos corpos de bombeiros”, adequando a resposta a um novo quadro de exigências e valências e, sobretudo, “elevando a qualidade do apoio e da prestação de socorro às populações”.

 

A Secretária Regional recordou que, em 2019, foram investidos cerca de 1,7 milhões de euros só no que diz respeito aos corpos de bombeiros de São Miguel, dos quais 1,3 milhões de euros se destinaram a apoiar o transporte de doentes, tendo ainda sido aplicados 50 mil euros na formação e mais 50 mil euros em aquisição de fardamento e equipamento diverso.

 

“Este ano comemoramos o 40.º aniversário do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores e fazemo-lo num contexto particularmente difícil e exigente”, frisou a governante, salientando que os bombeiros responderam com “empenho, dedicação e coragem” ao desafio decorrente da pandemia de COVID-19, particularmente em São Miguel, ilha mais afetada.

 

Nesse contexto, salientou a Secretária Regional, o Governo dos Açores empenhou-se em garantir a proteção dos profissionais, assegurando kits de intervenção biológica para as ambulâncias de socorro, oferta de alojamento para os bombeiros em isolamento, equipamentos de proteção individual e formação para a sua correta utilização, bem como um seguro específico de acidentes de trabalho com cobertura para COVID-19.

 

Dos 34 aparelhos respiratórios isolantes de circuito aberto hoje entregues, 12 destinam-se ao Corpo de Bombeiros de Ponta Delgada e 10 ao Corpo de Bombeiros da Ribeira Grande, sendo que os Corpos de Bombeiros de Nordeste, Povoação e Vila Franca do Campo receberam, cada um, quatro destes equipamentos.

 

Estes novos aparelhos respiratórios isolantes de circuito aberto, com autonomia de cerca de 35 minutos, são mais modernos e leves, permitindo uma intervenção mais eficiente em ambientes com atmosferas contaminadas ou com deficientes concentrações de oxigénio, protegendo as vias áreas e a face dos utilizadores.

 

Cada Associação Humanitária recebeu um nebulizador, equipamento que se destina à desinfeção das superfícies das ambulâncias.

 

Teresa Machado Luciano agradeceu o profissionalismo e o empenho destes profissionais, reconhecendo a sua “solidariedade e abnegação” num arquipélago tantas vezes assolado por fenómenos extremos.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO