Governo Regional promove sessão pública para recolha de contributos no âmbito da elaboração do projeto do Miradouro da Lagoa do Fogo

0
18

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, através da Direção Regional do Ambiente, promove, a 27 de janeiro, uma sessão de pública para apresentação dos objetivos de intervenção e o estudo prévio do projeto do Miradouro da Lagoa do Fogo, em São Miguel, e recolha de sugestões e contributos a ponderar na elaboração do projeto final.
Esta sessão, aberta a todos os interessados, terá lugar pelas 20H30, no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande.
Na ocasião, o Diretor Regional do Ambiente, Hernâni Jorge, vai apresentar o enquadramento do processo, bem como os objetivos e o âmbito da intervenção na Reserva Natural da Lagoa do Fogo, sendo também feita a apresentação do estudo prévio de requalificação da zona do Miradouro da Lagoa do Fogo, pelos projetistas da M-Arquitectos.
Esta requalificação tem como objetivo disciplinar a presença dos visitantes, melhorando e ordenando a fruição do local, controlando o acesso às cumeeiras e ao trilho e evitando o condicionamento da estrada regional, sendo uma intervenção concebida na perspetiva de gestão e conservação da área protegida.
O conceito subjacente à proposta de intervenção no Miradouro da Lagoa do Fogo foi apresentado, pela primeira vez, em abril de 2018, aos membros do Conselho Regional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CRADS) e, em novembro de 2019, foi divulgado o estudo prévio numa ação pública.
A sessão marcada para 27 de janeiro é mais um momento de promoção da participação ativa dos cidadãos, onde todos os interessados têm a possibilidade de apresentar os seus contributos e sugestões relativamente à gestão da área protegida e à requalificação do Miradouro da Lagoa do Fogo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO