Graciosa – Falta de enfermeiros condiciona deslocação de médicos especialistas

0
8
DR/PSD
DR/PSD

O deputado do PSD/Açores, João Bruto da Costa, eleito pela Graciosa denunciou hoje que a falta de profissionais de enfermagem na Unidade de Saúde de ilha (USIG) “está a condicionar a deslocação de médicos especialistas”, disse.

O social democrata questionou por isso a tutela sobre a abertura de um concurso para o preenchimento duas vagas de enfermagem na USIG, “cuja carência está indubitavelmente a prejudicar os utentes e a ilha”, afirmou.

Segundo João Bruto da Costa, “tem sido visível esse prejuízo na prestação de cuidados de saúde, especialmente na vinda de especialidades médicas, nalguns casos adiada pela impossibilidade de apoio de enfermagem local”, explica.

“A título de exemplo, veja-se que não há deslocação de gastroenterologista à ilha Graciosa desde maio de 2019”, refere.

O deputado, que é vice-presidente do grupo parlamentar do PSD/Açores, lembrou que foi publicado em Jornal Oficial, “em fevereiro de 2019, um Despacho que aprovou o mapa anual global consolidado de recrutamento para os serviços e organismos da administração regional naquele ano”.

No caso da USIG, “estava aprovado no respetivo mapa o recrutamento de duas vagas para enfermagem, que até à presente data não foram colocadas a concurso ou preenchidas”, critica o social democrata.

João Bruto da Costa pretende o esclarecimento da situação por parte do governo regional, que devia ser conhecedor da dificuldade em agendar a deslocação de especialistas, devido à referida falta de profissionais de enfermagem”, conclui.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO